Blockchain

Gestora de ativos com quase US$ 1 trilhão investe em empresa cripto

Schroders possui uma participação minoritária da Forteus e pretende desenvolver estratégias de tokenização.

Com quase US$ 1 trilhão em ativos custodiados, a gestora Schroders decidiu investir na empresa Forteus. De acordo com a recente negociação, agora a Schroders possui uma participação minoritária da plataforma que atua no mercado cripto.

A Schroders afirma que o investimento faz parte do plano da gestora em desenvolver pesquisas relacionadas com a tecnologia blockchain. Sendo assim, com mais de 200 anos de existência no mercado financeiro, o fundo de investimentos possui atualmente US$ 990,9 milhões em ativos sob custódia.

Além de pesquisas, a aquisição pode resultar no desenvolvimento de soluções de investimentos para a Schroders voltada para o mercado cripto. Ou seja, a empresa britânica pretende criar projetos de tokenização, portfólios diversificados e programas de rendimento, diz a empresa em comunicado.

“Aprender com a plataforma de pesquisa e tecnologia Numeus permitirá que a Schroders aproveite os benefícios transformacionais que o blockchain pode trazer para o setor de gerenciamento de ativos e desenvolva nossa estratégia de tokenização.”

Mercado cripto atrai gestora de 200 anos


A empresa cripto Forteus possui sede em Zug, na Suíça, local que é conhecido como Crypto Valley. A plataforma é responsável por gerenciar os ativos do Numeus Group.

Segundo a Schroders, a aquisição da Forteus será importante para a estratégia de longo prazo de tokenização da gestora. Assim, em entrevista divulgada pelo Institutional Asset Manager, Peter Harrison, CEO da Schroders, destaca a importância da tecnologia blockchain para o mercado financeiro.

“O Blockchain será um catalisador para mudanças fundamentais no gerenciamento de ativos, serviços financeiros em geral e muitos outros setores de maneira mais ampla. Ele não apenas tem o potencial de transformar a eficiência das soluções existentes, mas também impulsionará a democratização de ativos privados; representa uma nova fronteira de inovação tecnológica e financeira.”

Notícias relacionadas

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.
Faraó do Bitcoin declara R$60 milhões em campanha política Brasil volta a crescer e PIB sobe 0,69% em junho Quanto os bilionários brasileiros já perderam em 2022 Como o Flamengo saiu da falência para o maior orçamento do Brasil Inflação mensal na Argentina supera a anual no Brasil em Julho