Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Notícias

Operação mira vereador e Faraó do bitcoin por lavagem de dinheiro

Cryptolavagem foi deflagrada nesta sexta-feira (19), e envolve investigação sobre o uso de criptomoedas para lavar dinheiro de atividades ilícitas.

Uma operação policial deflagrada recentemente em Armação dos Búzios, na Região dos Lagos – RJ, apreendeu R$ 48 mil de um vereador acusado de lavagem de dinheiro com criptomoedas.

Chamada de Cryptolavagem, a atividade envolveu o Grupo de Atuação Especializada de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), de acordo com a Agência EBC.

Faça parte da Comunidade BLOCKTRENDS PRO e lucre em cripto com relatórios semanais, análises diárias, sinais e lives exclusivas.

Além do vereador Lorram Gomes da Silveira, a atividade investiga o empresário Glaidson Acácio dos Santos, também conhecido como “Faraó do bitcoin”. Segundo a Operação Cryptolavagem, ele e o vereador são acusados de usar criptomoedas para lavar dinheiro.

Operação Cryptolavagem


A Operação Cryptolavagem foi deflagrada nesta sexta-feira (19). As autoridades visitaram o endereço do vereador em Armação dos Búzios-RJ, onde foi apreendido R$ 48 mil em dinheiro que pertence ao investigado.

Acusado de lavagem de dinheiro, o valor encontrado em endereço ligado ao vereador Lorram Gomes da Silveira pode ser resultado da venda de alvarás em Búzios-RJ. A investigação sugere que o vereador usou criptomoedas para lavar o dinheiro da atividade ilícita.

A operação policial também investiga Carlos Alexandre da Silva, além do vereador e do faraó do bitcoin. A Cryptolavagem é o resultado de uma operação que começou em 2021 desarticulando uma quadrilha que supostamente era liderada por Lorram Gomes da Silveira, diz nota da EBC.

“A Cryptolavagem é um desdobramento da fase dois da Operação Plastografos, desencadeada pelo Gaeco em abril de 2021. Naquele momento, a ação desarticulou quadrilha liderada pelo vereador e outros servidores da prefeitura de Búzios.”

Faraó do bitcoin nas eleições


Embora esteja atualmente preso, o empresário Glaidson Acácio dos Santos foi mencionado durante a Operação Cryptolavagem. Conhecido como faraó do bitcoin, ele será candidato nas Eleições de 2022.

O faraó do bitcoin disputará o cargo de deputado federal pelo estado do Rio de Janeiro, através do partido Democracia Cristã (DC) nas Eleições 2022. Antes da Operação Cryptolavagem, Glaidson dos Santos voltou a ser notícia com sua declaração de R$ 60 milhões em bens ao TSE.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas