Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Notícias

Mixer de criptomoedas é acusado de lavar US$ 7 bilhões

Departamento do Tesouro dos Estados Unidos acusa Tornado Cash de lavagem de dinheiro.

O mixer de criptomoedas Tornado Cash está sendo acusado de lavagem de dinheiro. De acordo com o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, a plataforma lavou mais de US$ 7 bilhões nos últimos três anos.

O Tornado Cash funciona como um aplicativo descentralizado que permite transações anônimas através da rede Ethereum. Usando um pool de criptoativos, o mixer esconde dados de transações fracionando as operações em envios para múltiplos endereços.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +20 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

Dessa forma, é mais difícil rastrear o destino dos ativos operados através do Tornado Cash. Embora o recurso seja utilizado por algumas pessoas para proteger seus dados, o aplicativo foi usado para atividades ilícitas, apontam os EUA.

Tornado Cash lavou dinheiro


O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos afirma que o Tornado Cash lavou US$ 7 bilhões em criptomoedas desde sua fundação em 2019. A acusação sugere que o mixer foi usado para lavar dinheiro de roubos no mercado cripto.

Sendo assim, o mixer de criptomoedas é acusado de lavar ativos que foram roubados pelo Lazarus Group. O grupo de hacker é apontado como o responsável por roubos de criptomoedas em projetos como a Harmony.

Recentemente, o protocolo Harmony perdeu US$ 100 milhões em um ataque cibernético, onde o Lazarus Group é o principal suspeito. Do total roubado do protocolo em junho de 2022, 40% desse saldo foi transferido para o Tornado Cash.

O grupo de hackers também é apontado como o responsável pela invasão na Ronin Network. Mais de US$ 615 milhões em criptomoedas foram roubadas da ponte criada pelo Axie Infinity.

Mixer de criptomoedas sofre sanções


Logo após a acusação do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, o Tornado Cash sofreu sanções no país. Portanto, o país decidiu banir o mixer de criptomoedas, impedindo o uso da plataforma nos EUA.

O comunicado resultou também no bloqueio de bens do mixer de criptomoedas pelos Estados Unidos. Porém, mesmo com a restrição, o Tornado Cash pode ter mais de US$ 2,2 bilhões em endereços de contratos inteligentes ligados à plataforma, em criptomoedas como ether (ETH), wrapped bitcoin (WBTC) e stablecoins.

Reação do mercado cripto


O relatório divulgado pelo Departamento do Tesouro dos Estados Unidos provocou uma grande reação no mercado cripto. A empresa Circle, por exemplo, congelou fundos do Tornado Cash.

Conhecida como emissora da stablecoin USDC, a Circle bloqueou o acesso a 75 mil unidades de USDC que pertenciam ao mixer de criptomoedas. A empresa também congelou 149 USDCs que foram doados a plataforma acusada de lavagem de dinheiro.

Com a acusação, Roman Semenov, cofundador do Tornado Cash, foi expulso da comunidade GitHub. Em um tweet divulgado no dia 8 de agosto de 2022, ele confirmou a expulsão da plataforma de desenvolvedores cripto.

Por outro lado, um usuário decidiu enviar frações de ether para endereços da Tornado Cash como forma de protesto pelas acusações. Ele enviou 0,1 ETH para endereços de celebridades e influencers famosos como Beeple e Steve Aoki.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas