Economia

Receita do Facebook cai e empresa perde 2 milhões de usuários

Pela primeira vez na história, o faturamento da Meta sofre redução no mercado.

O balanço do 2º trimestre de 2022 foi desafiador para o Facebook. A rede social, que faz parte do conglomerado da Meta, perdeu 2 milhões de usuários, com forte redução do número de acessos no último mês na Europa.

Além disso, a empresa registrou queda na receita pela primeira vez na história. Em comparação com o 2º trimestre de 2021, o faturamento da Meta recuou cerca de 1% no mercado.

O lucro trimestral da Meta alcançou US$ 6,69 bilhões, de acordo com o balanço divulgado recentemente pela empresa. Portanto, esse lucro representa uma retração de 36% em comparação com o valor atingido no 2º trimestre do ano passado, de US$ 10,3 bilhões.

A diluição do lucro por cada ação da empresa também teve resultados abaixo de 2021. No último ano, o lucro diluído por cada ação era de US$ 3,61. Agora, esse ganho foi encolhido para US$ 2,46.

Faturamento do Facebook cai


O faturamento da Meta teve um recuo entre abril e junho de 2022. Pela primeira vez, a receita do Facebook encolheu no mercado, alcançando US$ 28,82 bilhões. Esse número expressa uma queda de 1% em comparação com o 2º trimestre de 2021, quando a plataforma teve US$ 29 bilhões de receita.

Além do Facebook, o WhatsApp e o Instagram fazem parte da Meta. O decrescimento da receita da empresa foi provocado por aumento no custo operacional de 22%. Por outro lado, o o preço médio dos anúncios nas plataformas da Meta caiu 14%, refletindo diretamente no lucro da companhia.

Rede social perdeu 2 milhões de usuários


O Facebook divulgou também dados sobre o número de usuários que acessam a rede social mensalmente. No último mês, houve uma redução de dois milhões de usuários ativos, variando de 2,936 bilhões para 2,934 bilhões.

Embora o número de usuários tenha crescido na maioria dos países em todo o mundo, a rede social deixou de ser usada por 11 milhões de pessoas na Europa. Em junho de 2022, 407 milhões de usuários acessaram o Facebook na região.

O Facebook começou a perder usuários ativos desde fevereiro de 2022. Naquele mês, as ações da empresa despencaram no mercado e Mark Zuckerberg, criador da rede social, deixou de ser uma das dez pessoas mais ricas do mundo.

Os próximos balanços da Meta em 2022 devem acompanhar a tendência de retração do primeiro semestre. A empresa disse que o terceiro trimestre pode fechar abaixo da expectativa do mercado.

Sendo assim, a Meta projeta uma receita de US$ 26 bilhões a US$ 28,5 bilhões entre julho e setembro de 2022. A plataforma tenta conter despesas para reduzir os custos operacionais até o final do ano.

Esse controle pode reduzir as despesas da companhia para algo entre US$ 85 bilhões e US$ 88 bilhões. Ou seja, um valor abaixo da projeção do mercado, de US$ 87 bilhões e US$ 92 bilhões, para o terceiro trimestre.

Notícias relacionadas

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.