Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Notícias

Instagram agora quer competir com o Twitter

Novas atualizações do Instagram devem utilizar textos e outras ferramentas para aumentar interações.

A rede social de vídeos e imagens lançou novas atualizações, que segundo a Meta, a holding controladora do Facebook, Instagram, WhatsApp e do “metaverso” do Facebook, pode permitir maior contato entre usuários e seus amigos.

A ideia do “Instagram Notes”, é permitir pela primeira vez uma ferramenta de textos editável na plataforma. 

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +20 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

As notas incluem comentários de até 60 caracteres, servindo como “status”, ou forma de permitir aos usuários comunicarem frases curtas, visíveis na DM do Instagram.

Apesar de ambos se tratarem de textos curtos, as notas do Instagram se diferem do Twitter por serem limitadas a pessoas que você segue e também lhe sigam, ou a um grupo de “Close Friends” selecionado.

As notas devem permitir, segundo a Meta, uma maior comunicação entre pessoas que de fato se conheçam, ampliando a interação entre usuários na rede, colocando as pessoas em uma atuação mais ativa.

Segundo publicou o The New York Times, a ideia já estava sendo discutida dentro da Meta, mas acabou sendo acelerada como forma de se aproveitar da instabilidade no Twitter após a aquisição da rede social por Elon Musk.

A Meta chegou a considerar lançar o “Notes” como um aplicativo independente, ou como um novo feed no Instagram, o que acabaria por se tornar muito mais similar ao Twitter, unificando as possibilidades dentro da rede. 

Em outra atualização, o Instagram também deve atualizar a feature do “Add Yours”, uma ferramenta que encoraja os usuários criarem seus próprios Reels em algum assunto viral. A rede social deve permitir que as pessoas convidem amigos específicos para participar e enviar seus próprios Reels.

Outra atualização do Instagram inclui ainda o chamado “Candid”, uma ferramenta onde é possível postar um conteúdo que ficará borrado até que os outros usuários postem o seu conteúdo em resposta. 

Trata-se de uma tentativa de agregar uma ferramenta similar ao app BeReal.

Desde que comprou o Instagram em 2012 do brasileiro Mike Krieger, o Facebook, agora Meta, tem apostado na rede social como prioridade. A rede, nascida em formato mobile, é considerada hoje a de maior crescimento em termos de receita dentro da Meta.

Antes do colapso das ações da própria Meta, que saíram de US$1 trilhão para cerca de US$230 bilhões, analistas davam ao Instagram um valor justo de até US$400 bilhões, considerando múltiplos de receita e crescimento. A rede foi comprada por US$1 bilhão.

Entre 2015 e 2021, o Instagram saiu de US$500 milhões em receita para cerca de US$47,6 bilhões, ou 44% da receita total da holding. Em 2022, é provável que o número chegue a metade de toda receita da Meta, superando assim o Facebook.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Ancord e BlockTrends lançam primeira Certificação em Criptoativos do Mercado Financeiro e de Capitais Donald Trump Agora Possui US$ 30 Milhões em Memecoins DOG é listada na Bybit e atinge máxima histórica pelo segundo dia consecutivo DOG, memecoin no Bitcoin, atinge nova máxima histórica Investidor lucra mais de US$180 mil (154.724%) com bug de Berkshire Hathaway