Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Binance encerra operações na Rússia e vende unidade para a CommEX

Binance, a maior exchange de criptomoedas do mundo, anunciou sua saída completa do mercado russo devido a crescentes riscos legais.

A plataforma da Binance optou por vender seu negócio na Rússia para a CommEX, uma exchange de criptomoedas que foi oficialmente lançada em 26 de setembro.

A decisão da Binance de se retirar da Rússia ocorre após meses de deliberação sobre a conformidade com as sanções ocidentais impostas ao país, especialmente após a invasão da Ucrânia. A exchange já vinha avaliando a possibilidade de vender seu negócio russo desde o mês passado e finalmente tomou a decisão.

Noah Perlman, Diretor de Conformidade da Binance, destacou ao The Block que “operar na Rússia não é compatível com a estratégia de conformidade da Binance”. Desse modo, a empresa reiterou seu compromisso com a proteção de seus usuários e a manutenção da confiança em sua plataforma.

Além disso, a Binance confirmou que todos os ativos dos usuários russos existentes estão seguros. Assim como, afirmou que o processo de saída pode levar até um ano.

A CommEX, por outro lado, lançou um tutorial em seu site orientando como os usuários da Binance podem conectar suas contas à nova plataforma. Portanto, a Binance redirecionará imediatamente uma parte dos novos usuários russos que completaram os procedimentos KYC (Conheça Seu Cliente) para a CommEX.

Dificuldades legais e problemas internacionais

A saída da Binance da Rússia levanta questões sobre sua presença no país, especialmente após alegações de que estava ajudando os nacionais a transferir dinheiro para o exterior. A exchange também enfrentou desafios regulatórios nos EUA. No qual, a Comissão de Negociação de Futuros de Commodities e a Comissão de Valores Mobiliários tomou medidas legais contra ela.

Em resumo, a decisão da Binance de se retirar da Rússia e vender seu negócio para a CommEX é um reflexo das crescentes preocupações de conformidade e dos desafios regulatórios que a exchange enfrenta em vários mercados globais. A medida também destaca a importância da conformidade e da proteção do usuário no mundo das criptomoedas.

Clique aqui e inscreva-se agora em nosso canal do YouTube e fique por dentro das últimas novidades em cripto.

Notícias relacionadas



Warren Buffett sorteia Bitcoin no TikTok, mas óbvio que é golpe com DeepFake Brasil quer cobrar direito autoral da Amazon pelo uso do nome Há 10 anos, um universitário recebeu 22 Bitcoins após viralizar na TV Golpistas usam deepfake do Elon Musk para pedir doações em cripto; e conseguiram US$165 mil MPSC Bloqueia R$27,4 Milhões de Empresa Suspeita de Pirâmide Financeira