Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Binance pode ser indiciada por fraude nos EUA

Reportagem ainda destaca que o medo da promotoria é causar uma corrida de saques, prejudicando os clientes.

Funcionários do Departamento de Justiça dos EUA (DoJ) estão considerando indiciar a Binance por fraude, segundo noticiado nesta quarta-feira (2) pelo Semafor. A reportagem, que diz ter entrado em contato com pessoas familiarizadas com o assunto, ainda destaca que o medo da promotoria é causar uma corrida de saques, prejudicando os clientes.

Ainda segundo a reportagem, os promotores estão considerando outras opções, como multas e acordos diferidos ou de não acusação. Esse caminho seria um compromisso, responsabilizando a Binance por suposto comportamento criminoso, ao mesmo tempo em que reduz os possíveis danos ao consumidor.

Embarque em mais de 150 horas de conteúdo exclusivo sobre o universo das criptomoedas e blockchain na Plataforma BlockTrends.

O debate destaca a natureza complicada e em rápida evolução da aplicação e regulamentação de criptomoedas nos EUA, onde as empresas operam em uma área legal cinzenta e os consumidores não desfrutam de nenhuma das proteções do sistema bancário tradicional.

A Binance e seu fundador, Changpeng Zhao, já estão enfrentando acusações apresentadas pela Securities and Exchange Commission, além da Commodity Futures Trading Commission. A queixa da SEC acusa Zhao e sua empresa de operar uma corretora não registrada nos EUA, e facilitar que os cidadãos dos EUA operem na plataforma.

Binance pode estar facilitando negociação na China, segundo WSJ

Além disso, o The Wall Street Journal também noticiou nesta quarta, que a China é o maior mercado da Binance. Contudo, desde setembro de 2021 a negociação de criptomoedas é ilegal no país.

No entanto, ainda de acordo com o WSJ, a própria Binance auxiliou os usuários a driblar os bloqueios no país para não perder usuários. Desse modo, os investidores supostamente usam VPN (redes virtuais privadas).

Ao WSJ, um porta-voz da exchange disse que “o site binance.com é bloqueado na China e não está acessível a usuários baseados na China”, mas não comentou sobre a suposta ajuda a usuários interessados em contornar o bloqueio.

Segundo a reportagem, a China conta com 900 mil usuários mensais na plataforma. Em um único mês, eles teriam movimentado cerca de US$ 90 bilhões, o equivalente a 20% do total.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Alguém lembrou de 50 centavos em BTC guardados em 2010. Agora valem US$3,3 milhões Por que o Bitcoin está caindo tanto nesta sexta-feira (12) Quanto valem as criptomoedas de Times Brasileiros Golpe faz investidores perderem R$1,3 milhão em 2 minutos em criptomoeda Criptomoeda ENA contraria Bitcoin e dispara 20% hoje