Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Runes, novidade do Bitcoin, já tem corretora própria para negociações

Conforme confirmou um dos desenvolvedores, @cryptopunk6868, ao BlockTrends os Ordinals de nome “Runers” são como NFTs. Por sua vez, eles poderão ganhar o token $RUNIX, referente à RuneChain.

As Runes são um novo formato de criptomoeda dentro do Bitcoin, e já chamam atenção faz algumas semanas. O novo protocolo do Bitcoin ainda nem lançou, e já conta com uma corretora de negociações específica para a novidade. O protocolo Runes vai ao ar automaticamente no primeiro bloco do Bitcoin pós-halving, em cerca de dois dias, e com ele a sua nova corretora.

Desse modo, a equipe da Bitcoin Virtual Machine (BVM) já anunciou uma blockchain própria que vai servir para negociação destas criptomoedas criadas usando o protocolo Runes. A blockchain será adjacente (camada 2) ao Bitcoin (BTC), e também compatível com Ethereum.

Faça parte da Comunidade BLOCKTRENDS PRO e lucre em cripto com relatórios semanais, análises diárias, sinais e lives exclusivas.

A Bitcoin Virtual Machine trata-se de uma tecnologia de código aberto, criada por desenvolvedores sob pseudônimos. O objetivo é facilitar a construção de blockchains adjacentes ao Bitcoin, e que tenham compatibilidade com contratos inteligentes e redes como Ethereum.

Nasce RuneChain

Sob a alcunha de RuneChain, a blockchain de segunda camada promete uma experiência semelhante às corretoras centralizadas (CEX), com a segurança e transparência das bolsas descentralizadas (DEX).

“A RuneChain opera como uma camada secundária (L2) do Bitcoin, oferecendo transações rápidas com um tempo de processamento de apenas 2 segundos e uma taxa de apenas US$ 0,001 por transação. Com capacidade para processar até 700 transações por segundo, a plataforma promete ser uma solução escalável para os desafios atuais enfrentados pelo Bitcoin, especialmente os altos custos de transação e a lentidão na confirmação de blocos”, explica um dos desenvolvedores no X.

Além disso, a nova plataforma também promete trazer funcionalidades como livros de ordens on-chain, ordens de mercado e ordens limitadas on-chain. Desse modo, permitindo aos usuários maior controle e eficiência nas suas negociações.

As ordens de mercado executam-se imediatamente ao melhor preço disponível, segundo afirmou o desenvolvedor. Enquanto as ordens limitadas permitem que os usuários definam o preço máximo que estão dispostos a pagar. Desse modo, garantindo que só executem a transação dentro desses parâmetros.

“Visando uma ampla adoção, a RuneChain foi desenvolvida para ser acessível tanto em computadores quanto em dispositivos móveis. A interface do usuário foi projetada para ser intuitiva. Portanto, facilitando a autogestão das contas e proporcionando uma experiência semelhante à das plataformas tradicionais de finanças (TradFi)”, complementa.

Integração de Runes entre Bitcoin e RuneChain

A plataforma também introduz a Rune Bridge, uma ponte entre o Bitcoin (L1) e o RuneChain (L2), permitindo a transferência de runas com maior velocidade e menores custos. A primeira versão da Rune Bridge opera com múltiplas assinaturas, e a equipe da RuneChain afirma já estar trabalhando em soluções mais descentralizadas para futuras atualizações.

RuneChain será lançada simultaneamente com as runas no bloco 840000, previsto para ocorrer entre 19 e 20 de abril de 2024. Em anúncio, a equipe já confirmou o token nativo desta nova rede adjacente ao Bitcoin para negociar Runes. Conforme confirmou um dos desenvolvedores, @cryptopunk6868, ao BlockTrends os Ordinals de nome “Runers” são como NFTs. Por sua vez, eles poderão ganhar o token $RUNIX, referente à RuneChain.

O criptoativo $RUNIX será usado para o pagamento de taxas na rede, e outras utilidades ainda não anunciadas pela equipe. Além disso, a distribuição do criptoativo, segundo a equipe, será 100% para a comunidade. Ou seja, em formato de airdrop.

Para se qualificarem, os interessados precisavam ter reivindicado gratuitamente um Ordinal, chamado Runer. No entanto, em questão de horas todos já se esgotaram, e atualmente, estão disponíveis no mercado secundário no Magic Eden.

Os critérios de elegibilidade para aqueles que conseguiram reivindicar seus ‘Runers’ estavam relacionados aos projetos anteriores da BVM, como ter investido no projeto Eternal AI $EAI (um projeto de IA no Bitcoin) ou ser detentor do token BVM. Desse modo, vale dizer que o volume de negociação de ‘Runers’ já ultrapassa 4,64 BTC, ou US$ 290 mil.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Trader faz US$ 6.500 virar US$ 5,6 milhões com criptomoedas meme do Trump após ele falar bem do mercado “O único defensor do livre mercado no mundo é bizarramente da Argentina”, diz ex-gestor de George Soros Instituto mobiliza BTG e Starlink, de Musk, para garantir internet em meio a enchentes no RS Bybit começa a oferecer renda passiva em dólar descentralizado Baleia de Bitcoin acorda após 10 anos e move US$43,9 milhões que comprou por US$2 dólares