Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Economia

Petrobras estuda investir na Venezuela após fim de sanções dos EUA, diz Prates

Além disso, o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, acredita que o governo Joe Biden enxerga a Venezuela como uma fonte alternativa de petróleo para o futuro.

O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, declarou que, com o término das sanções americanas à Venezuela, a empresa estatal brasileira está seriamente considerando reinvestir no país vizinho, reconhecido por possuir as maiores reservas de petróleo do mundo. “Estamos reintegrando a Venezuela ao nosso mapa”, disse Prates, enfatizando que essa decisão não se baseia em afinidades ideológicas ou políticas.

No passado, a Petrobras já se associou à PDVSA, empresa estatal venezuelana. Em projetos de exploração de petróleo na Venezuela e na Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. Contudo, essa parceria não gerou os resultados esperados.

Faça parte da Comunidade BLOCKTRENDS PRO e lucre em cripto com relatórios semanais, análises diárias, sinais e lives exclusivas.

Além disso, o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, acredita que o governo Joe Biden enxerga a Venezuela como uma fonte alternativa de petróleo para o futuro, especialmente quando as reservas não convencionais dos EUA começarem a diminuir. Prates afirmou: “Os Estados Unidos estão olhando 30 anos à frente. A Venezuela é um dos países que têm condições de produzir as últimas gotas de petróleo do mundo. Se atrasar esse processo, vai perder o trem da história.”

Fim das sanções

A decisão dos EUA de suspender as sanções à Venezuela ocorreu após o compromisso do país sul-americano de realizar eleições livres sob supervisão internacional. Como parte desse acordo, o governo de Nicolás Maduro começou a libertar prisioneiros políticos.

Portanto, Jean Paul Prates acredita que a Venezuela necessitará de investimentos significativos para revitalizar sua debilitada indústria petrolífera e vê a Petrobras como uma potencial colaboradora nesse esforço, alinhada à visão de integração energética na América Latina.

Embora o presidente da Petrobras tenha expressado interesse em retornar à Venezuela, ele não especificou quais ativos seriam do interesse da empresa no país.

petrobras
(FILES) In this file photo taken on February 18, 2020 a Brazilian flag is seen during a protest against layoffs outside Brazil’s state-owned oil company Petrobras headquarters in Rio de Janeiro, Brazil. – Virtually headless for over a week, Brazil´s oil giant Petrobras goes through a moment of uncertainty after the scandal of the Lava Jato (Car Wash) investigation against corruption. (Photo by CARL DE SOUZA / AFP)

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Mt. Gox move mais de US$ 9 Bilhões em Bitcoin após 6 Anos Donald Trump vira bitcoiner e quer conceder perdão presidencial ao criador da Silk Road Trader compra US$ 1,1 milhão em memecoin, e agora tem US$ 150 Elon Musk cria US$ 30 bilhões do nada com IA do Twitter Trader faz US$ 6.500 virar US$ 5,6 milhões com criptomoedas meme do Trump após ele falar bem do mercado