Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Mais de R$ 15 bilhões em bitcoin saíram de exchanges ontem

Reserva de exchanges perdeu 178 mil bitcoins em apenas um dia.

A retirada de bitcoins de exchanges continua a crescer no mercado cripto. Desencadeado pelo colapso da FTX, os saques da criptomoeda atingiram 178 mil unidades nesta quarta-feira (23).

De acordo com o head de research do BlockTrends Research, Cauê Oliveira, o volume diário de ontem representa um recorde histórico de retirada de bitcoins de exchanges.

Embarque em mais de 150 horas de conteúdo exclusivo sobre o universo das criptomoedas e blockchain na Plataforma BlockTrends.

Os saques afetam diretamente a reserva de exchanges, que está sendo reduzida com um forte movimento de retiradas entre os investidores, movimento que está aumentando desde a declaração de falência da plataforma FTX.

Em apenas um dia, mais de R$ 15 bilhões em bitcoins deixaram a reserva de exchanges, considerando a cotação atual do par BTC/BRL. Esse número representa um novo recorde histórico de retirada da criptomoeda de plataformas como a Binance.

Imagem (BlockTrends Research)

Falta de confiança provoca retirada de bitcoins

Um forte sentimento de falta de confiança em exchanges fez o volume de retirada de bitcoins bater recorde recentemente. Esse sentimento aumentou com a crise da FTX, que pode ter um passivo em criptomoedas de US$ 50 bilhões.

Assim, com o colapso da exchange, o mercado cripto presencia uma retirada massiva de bitcoins pela falta de confiança na centralização de custódia de criptomoedas.

Cauê Oliveira explica que esse sentimento está ligado à falta de confiança depois da falha da FTX. O head de research do BlockTrends Research explica que o mercado cripto volta a compreender um dos conceitos pilares da criptomoeda, de que o bitcoin foi desenvolvido para ser usado sem intermediários.

“O movimento de saques continua sendo evidente e se intensificando, isto é um reflexo das constantes falhas de confiança às quais empresas do setor têm se submetido. O bitcoin surgiu para retirar a necessidade de confiança em entidades centralizadas, e hoje parece que isso voltou a ser compreendido.”

178 mil unidades em um dia


Desde o pedido de falência da FTX apresentado no dia 11 de novembro, a retirada de bitcoins se intensificou no mercado, com um novo recorde de volume diário, com 178 mil unidades transeridas. Esse movimento expressa falta de confiança do investidor, e pode ser entendido como um indicador on-chain para analisar a criptomoeda.

Embora o movimento de retirada tende a reduzir a reserva de exchanges, ao mesmo tempo isso pode beneficiar o bitcoin. Com menos unidades da criptomoeda disponível para negociação, o preço pode ser impactado com essa redução.

Cauê Oliveira diz que o indicador está sendo estudado pela plataforma de inteligência de mercado, através de um relatório on-chain de bitcoin que traz uma análise completa sobre a movimentação da criptomoeda no mercado. Você pode ter acesso ao estudo através deste link.

“A auto-custódia, tanto de investidores comuns quanto de empresas, é algo evidente no mercado, e nós temos rastreado isto diariamente.Os assinantes do BlockTrends Research tem recebido atualizações sobre quaisquer outras empresas que possam vir a sofrer problemas similares ao da FTX.”

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Ex-CEO da Binance pode ser condenado a 3 anos de prisão (não 4), e pede desculpas Satoshi Nakamoto, criador do Bitcoin, desapareceu há exatos 13 anos Google é forçado a desincentivar novos candidatos políticos Magic Eden adiciona suporte para Runes do Bitcoin Dona da CazéTV agora pertence à XP Inc e vai expandir globalmente