Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Bitcoin ainda vai valer US$ 1 milhão, diz fundadora da Ark Investments

Previsão otimista para a criptomoeda espera valorização de 6.000% nos próximos oito anos.

Apesar do bear market atual no mercado cripto, e o colapso da FTX, o preço do bitcoin (BTC) ainda pode atingir US$ 1 milhão. Essa é a previsão de Cathie Wood, fundadora e CEO da Ark Investiment.

De acordo com a previsão dela, a criptomoeda deve atingir esse valor até 2030. Assim, considerando a cotação atual do bitcoin no Brasil, é como se o valor fosse de R$ 5,3 milhões no mercado cripto brasileiro.

A previsão parece pouco provável considerando o momento atual do mercado cripto. Com uma desvalorização acumulada no ano superior de 70%, uma visão de longo prazo mostra que a tendência de queda deve ser revertida no futuro.

A previsão otimista de Cathie Wood espera uma forte valorização para o bitcoin nos próximos oito anos. Considerando a cotação atual da criptomoeada, o preço de US$ 1 milhão representaria um aumento de quase 6.000%.

Ano pode terminar negativo


O preço do bitcoin acumula uma forte desvalorização desde o recorde atingido em novembro de 2021. Um bear market foi instaurado no mercado cripto, e 2022 pode terminar em negativo para o BTC.

Faltando cerca de um mês para o ano terminar, uma reversão de queda no preço do bitcoin não é esperada pelo mercado cripto. Em janeiro de 2022, a criptomoeda variou entre US$ 47 mil e US$ 38 mil.

Dessa forma, ao terminar o ano no negativo, essa será a terceira vez na história que o preço do bitcoin encerrá no ‘vermelho’. Recentemente, o BTC perdeu o suporte de US$ 16 mil, mas recuperou o nível e está sendo cotado em US$ 16,5 mil nesta quarta-feira (23).

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Nada vai fazer o Bitcoin parar, diz Michael Saylor. Entenda a tese da ‘alta infinita’ Antonio Ais, ‘Toin’ da Braiscompany, é preso na Argentina Bitcoin decola 50% em fevereiro. Ainda vale a pena comprar? BlackRock, maior gestora do mundo, começa a oferecer ETF de Bitcoin na B3 Crise diplomática com Israel impacta FAB, agro e energia no Brasil