Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Lemann e 3G Capital investiram em cripto, ou quase

Tendo chamado a si mesmo de um “dinossauro apavorado”, Lemann apostou pesado em tech em 2021, em uma aposta que não foi exatamente lucrativa.

Criada em 2004, a 3G Capital se tornou o veículo de investimentos do trio formado por Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira, após sua saída do Brasil.

Tendo vendido o banco Garantia para o Crèdit Suisse em 1998 por US$1 bilhão, o trio permaneceu pouco tempo com seus recursos ainda por aqui. Em princípio, detinham o controle da Ambev, Americanas, América Latina Logística (hoje Rumo), além de uma participação na Telemar (hoje Oi). 

Em 2004, porém, com a fusão da Ambev com a Interbrew, que formaria a Inbev (hoje Ab Inbev, após a compra da Anheuser-Busch, fabricante da Budweiser), o trio passou a olhar para o mercado global.

A 3G Capital nasceu sob o comando de Alex Behring, que se tornou o 8⁰ homem mais rico do país após se juntar ao trio, que ocupa a 1ª, 3ª e 4ª posição no ranking da Revista Forbes.

Por meio da 3G Capital, os 3, ou 4 agora, controlam US$18 bilhões em ativos, como a RBI, a holding dona do Burger King, a KraftHeinz e a Hunter Douglass, fabricante de persianas comprada por US$7 bilhões no último ano.

A 3G é alimentada diretamente pelos dividendos recebidos pelos investidores de outros negócios. Não está incluso no seu portfólio os 20% do capital da AB Inbev (que valem US$20 bilhões), ou a Americanas.

Com capital ocioso enquanto não realiza nenhuma nova aquisição, a 3G possui um portfólio de ações, que incluem inúmeras empresas de tecnologia.

Se em 2018 Jorge Paulo Lemann declarou que se sentia “um dinossauro apavorado”, em meio ao ambiente tech, em 2021 o portfólio de ações de US$430 milhões da 3G incluía majoritariamente empresas de capital.

E o resultado foi um desastre em 2022. Hoje o portfólio de ações da 3G está em US$60 milhões, considerando vendas e prejuízos.

Apenas 1 das empresas, na qual a 3G investia US$84 milhões, viu seu valor de mercado cair 98%, mais do que a Americanas.

A Carvana, companhia que vende carros usados pela Internet, viu seu valor de mercado cair de US$60 bilhões para US$1,2 bilhões.

Outra empresa investida de Lemann e seus sócios foi a Block, fundada por Jacó Dorsey, o fundador do Twitter, como Square.

A companhia é uma fintech de meios de pagamentos, com um app simples para transferências, algo pouco usual no sistema financeiro dos EUA.

Como o nome sugere, a empresa é uma grande entusiasta do mercado de cripto, ou mais especificamente, do Bitcoin. 

A Block é uma das companhias mais integradas ao uso da Lightning Network, a rede de pagamentos instantâneos do Bitcoin. 

A companhia, por meio do Cashapp, também colaborou para tornar a Ux de exchanges de cripto algo mais simples e prático.

A companhia mantém ainda cerca de 8 mil Bitcoins em reserva, ou 1% dos seus ativos. 

Em 2021, a empresa chegou a valer US$120 bilhões, número que caiu para US$45 bilhões hoje, em linha com outras empresas de tecnologia.

A 3G, que investiu US$24 milhões em 2021, saiu da posição de acordo com os dados do terceiro trimestre de 2022. Apesar dos resultados pouco favoráveis, a 3G continua apostando no mercado de tecnologia.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com



Nada vai fazer o Bitcoin parar, diz Michael Saylor. Entenda a tese da ‘alta infinita’ Antonio Ais, ‘Toin’ da Braiscompany, é preso na Argentina Bitcoin decola 50% em fevereiro. Ainda vale a pena comprar? BlackRock, maior gestora do mundo, começa a oferecer ETF de Bitcoin na B3 Crise diplomática com Israel impacta FAB, agro e energia no Brasil
Nada vai fazer o Bitcoin parar, diz Michael Saylor. Entenda a tese da ‘alta infinita’ Antonio Ais, ‘Toin’ da Braiscompany, é preso na Argentina Bitcoin decola 50% em fevereiro. Ainda vale a pena comprar? BlackRock, maior gestora do mundo, começa a oferecer ETF de Bitcoin na B3 Crise diplomática com Israel impacta FAB, agro e energia no Brasil