Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Notícias

Instagram deve ter app irmão para concorrer com o Twitter

A Meta, holding controladora do Instagram e Facebook, está desenvolvendo um novo app de rede social, com características similares ao Twitter.

Mark Zuckerberg apresentou em reunião fechada com funcionários da Meta, a holding que controla o Facebook, Instagram e Whatsapp, o que está sendo chamado de “Project 92”. O novo app será um concorrente direto do Twitter.

O app ainda não possui um nome, mas especula-se que possa vir a ser chamado de “Threads”. Trata-se de um aplicativo para publicação de mensagens curtas de textos, tal qual o microblog adquirido por Elon Musk no último ano.

Embarque em mais de 150 horas de conteúdo exclusivo sobre o universo das criptomoedas e blockchain na Plataforma BlockTrends.

Ao contrário do Twitter, porém, o novo app já nasce com uma característica descentralizada. o “Project 92” está conectado ao ActivityPUB, o que permite a interação com outras redes sociais.

A descentralização têm sido uma característica com às redes sociais desenvolvidas nos últimos anos, fazendo parte do que se convencionou chamar de “Web 3.0”.

Imagem: The Verge/Reprodução

Nova rede social já nasce 10 vezes maior do que o Twitter

Um dos trunfos que a Meta espera utilizar, é a integração com o Instagram. Na prática, todo usuário cadastrado no Instagram teria automaticamente uma conta no novo app. Segundo Chris Cox, diretor de produtos da Meta, essa tem sido uma demanda de influenciadores no Instagram. Ainda segundo ele, os maiores usuários do Instagram estariam interessados em estar em uma rede como o Twitter, mas com uma moderação “sensata”.

A Meta, em uma estratégia de promoção para sua nova rede social, tem estabelecido contato com celebridades de grande renome, como Oprah Winfrey e o Dalai Lama.

Anteriormente, a empresa alcançou um valor de mercado impressionante de US$1,07 trilhão. No entanto, esse valor sofreu uma queda drástica, chegando a US$240 bilhões. Diante desse cenário, a Meta tem se empenhado em estratégias de reposicionamento para recuperar seu valor de mercado, que atualmente se encontra na casa dos US$630 bilhões.

Um dos principais movimentos nesse sentido foi a decisão de reduzir a ênfase dada ao “metaverso”, que chegou a ser o principal foco da empresa, a ponto de influenciar a mudança de nome da holding. Esse investimento, no entanto, mostrou-se custoso e pouco rentável, levando a empresa, anteriormente conhecida como Facebook, a enfrentar prejuízos bilionários.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Pela primeira vez em 15 anos, todos bilionários com menos de 30 anos são herdeiros. E isso é ótimo para o Bitcoin Alguém lembrou de 50 centavos em BTC guardados em 2010. Agora valem US$3,3 milhões Por que o Bitcoin está caindo tanto nesta sexta-feira (12) Quanto valem as criptomoedas de Times Brasileiros Golpe faz investidores perderem R$1,3 milhão em 2 minutos em criptomoeda