Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Notícias

Criminosos roubam US$ 26 milhões após simular uma reunião com CFO de multinacional através de deepfake

Todos os participantes, exceto a vítima, eram simulações e nada daquilo era “real”.

Uma gangue de golpistas enganaram um funcionário de uma multinacional em Hong Kong usando deepfake, tecnologia proveniente da inteligência artificial (IA), conforme noticiado pelo South China Morning Post. Nesse sentido, os criminosos fizeram um funcionário de uma multinacional acreditar que estava participando de uma videoconferência com o diretor financeiro e outros colaboradores da empresa.

Na realidade, a chamada de vídeo era uma criação falsa, utilizando tecnologia deepfake. Desse modo, todos os participantes, exceto a vítima, eram simulações e nada daquilo era “real”. O funcionário, acreditando que eram pessoas reais, realizou a pedido deles 15 transferências, totalizando US$ 26 milhões (ou R$ 129 milhões), para cinco contas bancárias diferentes em Hong Kong.

O esquema começou com uma mensagem que parecia ser de phishing, supostamente enviada pelo diretor financeiro da empresa, que está baseado no Reino Unido. A polícia ainda não identificou a empresa ou os funcionários envolvidos.

O deepfake é uma técnica avançada de inteligência artificial que permite a criação de vídeos, áudios ou imagens altamente realistas. Nela, os rostos, vozes ou expressões de uma pessoa podem ser substituídos por outros. Essencialmente, o deepfake pode fazer parecer que uma pessoa está dizendo ou fazendo algo que nunca disse ou fez. O avanço da tecnologia tende a preocupar alguns especialistas.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Bitcoin decola 50% em fevereiro. Ainda vale a pena comprar? BlackRock, maior gestora do mundo, começa a oferecer ETF de Bitcoin na B3 Crise diplomática com Israel impacta FAB, agro e energia no Brasil Aos 85 anos, Abílio Diniz ainda inovava e apostou em cripto Apple bloqueia pornografia em Vision Pro e usuários ficam irritadíssimos