Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Criptomoeda do Telegram sobe 132% no mês, deixa Cardano comendo poeira, e se torna 9ª maior do mercado

Com um crescimento de mais de 132% no mês, a criptomoeda do Telegram agora se negocia próximo a US$ 6,84.

Nas últimas horas, a criptomoeda associada ao Telegram (Toncoin) disparou mais de 30% em um período de sete dias, deixou a Cardano (ADA) comendo poeira, e pegou seu lugar no ranking dos 10 principais ativos digitais do mercado.

Com um crescimento de mais de 132% no mês, a criptomoeda do Telegram agora se negocia próximo a US$ 6,84. Entretanto, o envolvimento do Telegram com a Toncoin (TON) ainda levanta debates.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +20 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

Apesar de a equipe do aplicativo de mensagens declarar que desistiu do projeto, a moeda segue sendo desenvolvida de maneira independente e frequentemente mencionada pelo CEO do Telegram, Pavel Durov. Paralelamente, o Telegram tem promovido a integração da Toncoin em suas funcionalidades. Especialmente na sua nova plataforma de publicidade.

Essa atualização possibilita que anunciantes adquiram espaços publicitários no Telegram com Toncoin. Desse modo, criando um modelo de divisão de receitas com os criadores de conteúdo.

A tentativa do Telegram de desenvolver sua própria blockchain, a TON (Telegram Open Network), encontrou resistência dos reguladores na época. Bastante semelhante ao que ocorreu com o Facebook e sua criptomoeda Libra/Diem, após arrecadar US$ 1,7 bilhão.

O que impulsionou a TON, criptomoeda do Telegram?

Após a renomeação da blockchain para The Open Network, o projeto demonstra estar mais ativo do que nunca. Além disso, o projeto de click to earn (clique para ganhar) chamado Notcoin, chamou bastante atenção dos cripto investidores para a rede social.

Ademais, a TON Society, um grupo dedicado ao desenvolvimento da blockchain TON, anunciou uma parceria com a HumanCode. A parceria com a empresa focada em inteligência artificial irá lançar um sistema de verificação de identidade baseado na tecnologia de digitalização da palma da mão.

Assim, prometendo acessibilidade e privacidade sem comprometer o anonimato. O mecanismo é bastante parecido com o projeto Worldcoin, de Sam Altman, que escaneia a retina dos usuários para identificá-los.

Outra similaridade com a Worldcoin é o incentivo monetário aos novos adeptos. Por exemplo, ao promover a adoção desse sistema, a TON Society está distribuindo um milhão de tokens TON. O montante é equivalente a cerca de US$ 7 milhões, para usuários que verificarem suas identidades.

Esse crescimento impulsionou o valor de mercado da TON para mais de US$ 23 bilhões. Portanto, o valor supera outras redes blockchain conhecidas como Cardano, Avalanche e Dogecoin.

Esse período de crescimento coincide com um aumento na atividade da rede TON, incluindo um salto para 1,65 milhão de carteiras blockchain ativas. Além de um recorde de mais de 4 milhões de transações diárias.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Trader faz US$ 6.500 virar US$ 5,6 milhões com criptomoedas meme do Trump após ele falar bem do mercado “O único defensor do livre mercado no mundo é bizarramente da Argentina”, diz ex-gestor de George Soros Instituto mobiliza BTG e Starlink, de Musk, para garantir internet em meio a enchentes no RS Bybit começa a oferecer renda passiva em dólar descentralizado Baleia de Bitcoin acorda após 10 anos e move US$43,9 milhões que comprou por US$2 dólares