Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Economia

Como o Banco Central perdeu R$298,5 bilhões em 2022

Após 2 anos de lucro, Banco Central tem prejuízo com valorização do Real.

O balanço da autoridade monetária aprovado pelo Conselho Monetário Nacional, traz um número expressivo: um prejuízo de R$298,5 bilhões em 2022.

Em comparação, o número equivale a cerca de 3% do PIB, ou 4,5% do total da dívida pública do país. Ainda assim, os números são um pouco menores, ou preocupantes, do que parecem. 

Faça parte da Comunidade BLOCKTRENDS PRO e lucre em cripto com relatórios semanais, análises diárias, sinais e lives exclusivas.

Para entender o valor, é preciso considerar dois fatores: os juros e o dólar.

Com a função de proteger a moeda brasileira, o Banco Central é responsável por realizar operações cambiais, no intuito de acentuar a volatilidade do dólar. Um dos instrumentos utilizados para isso se baseia no volume de recursos conhecidos como “reservas internacionais”.

As reservas internacionais são, como o nome já diz, uma reserva de recursos cotadas em outras moedas. São dólares, euros, yuans, ienes ou ouro. 

Por se tratar de um ativo de posse do Bacen, a variação cambial altera o resultado final.

Ao final de 2021, o Banco Central detinha cerca de US$362 bilhões em valor, o que significava na época R$2.016 trilhões, considerando o dólar a R$5,57.

Já ao final de 2022, o Banco Central detinha cerca de US$30 bilhões a menos.

A perda dos recursos, porém, não foi fruto de nenhuma venda, mas sim de um outro fator: a alta de juros dos Estados Unidos.

Cerca de 81,5% das reservas do país estão em dólar, com quase a totalidade aplicada em títulos do governo americano. Com uma alta de juros em 2022, os títulos detidos pelo governo brasileiro, comprados antes, passaram a valer menos (pois rendiam menos do que os novos títulos emitidos com juros maiores).

Essa desvalorização levou o Banco Central brasileiro a realizar uma baixa contábil da ordem de R$136,3 bilhões.

Outros R$165,8 bilhões foram perdidos pela valorização do Real.

Em 2022, o Real foi a moeda que mais se valorizou em uma cesta de 33 moedas. Ao final do ano, o dólar valia R$5,27

Estes R$0,30 centavos a menos, quando multiplicados pelo valor das reservas, equivale a uma perda de quase R$100 bilhões.

Outras operações cambiais do Bacen acabaram tendo prejuízo, graças a volatilidade do dólar ao longo do ano, além de um lucro com as operações cotidianas de senhoriagem. 

Na soma de tudo, o resultado negativo em 2022 acabou em R$298,5 bilhões, com boa parte sendo coberto por reservas de lucro do banco.

Em 2020, o Banco Central lucrou R$469,6 bilhões, graças à desvalorização do Real na pandemia. 

Desde 2019, porém, a relação entre o Banco Central e o Tesouro mudou, com parte do lucro do banco sendo mantida em reservas para custear eventuais prejuízos.

Em 2021, o Bacen lucrou R$85,9 bilhões, tendo repassado R$71,7 bilhões ao Tesouro. 

Agora, em meio ao prejuízo deste ano, o Tesouro terá de aportar R$35,6 bilhões para cobrir o rombo que o próprio Bacen não conseguirá arcar (pois ultrapassa 1,5% do seu patrimônio).

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Trader faz US$ 6.500 virar US$ 5,6 milhões com criptomoedas meme do Trump após ele falar bem do mercado “O único defensor do livre mercado no mundo é bizarramente da Argentina”, diz ex-gestor de George Soros Instituto mobiliza BTG e Starlink, de Musk, para garantir internet em meio a enchentes no RS Bybit começa a oferecer renda passiva em dólar descentralizado Baleia de Bitcoin acorda após 10 anos e move US$43,9 milhões que comprou por US$2 dólares
Trader faz US$ 6.500 virar US$ 5,6 milhões com criptomoedas meme do Trump após ele falar bem do mercado “O único defensor do livre mercado no mundo é bizarramente da Argentina”, diz ex-gestor de George Soros Instituto mobiliza BTG e Starlink, de Musk, para garantir internet em meio a enchentes no RS Bybit começa a oferecer renda passiva em dólar descentralizado Baleia de Bitcoin acorda após 10 anos e move US$43,9 milhões que comprou por US$2 dólares