Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Investimentos

Americanas pediu a bancos para ocultar risco apontam e-mails

Troca de mensagens entre diretor da Americanas e executivo de banco indica que a ocultação do risco era conhecida pela empresa.

No dia em que os acionistas de referência, Jorge Paulo Lemann, Beto Sicupira e Marcel Telles, sinalizaram para uma injeção de R$12 bilhões na varejista, em linha com as demandas dos bancos envolvidos na operação, novas revelações indicam para uma fraude coordenada.

Segundo apuração do Valor PRO, com base nas trocas de e-mails realizadas por diretores da companhia, um e-mail de 2017 enviado por um diretor da Americanas a um executivo de um grande banco, contém um pedido direto para que o banco ocultasse as informações do risco sacado na documentação a ser enviada aos auditores externos do banco.

Embarque em mais de 150 horas de conteúdo exclusivo sobre o universo das criptomoedas e blockchain na Plataforma BlockTrends.

A apreensão dos e-mails, autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, atendeu a um pedido realizado pelo Bradesco em janeiro deste ano, logo após a revelação das “inconsistências contábeis”.

Na decisão, Moraes veda, porém, o uso de documentos ligados aos advogados da empresa.

Responsável pelo pedido, o Bradesco é o maior credor da Americanas, com empréstimos da ordem de R$5,1 bilhões.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Por que o Bitcoin está caindo tanto nesta sexta-feira (12) Quanto valem as criptomoedas de Times Brasileiros Golpe faz investidores perderem R$1,3 milhão em 2 minutos em criptomoeda Criptomoeda ENA contraria Bitcoin e dispara 20% hoje A ‘retaliação’ de Musk: 50% de desconto na Starlink ou internet de graça