Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Notícias

Amazon se prepara para desafiar o Starlink da SpaceX com lançamento de seu primeiro satélite

A Amazon afirma estar no caminho certo, antecipando atender seus primeiros clientes do Project Kuiper até o final de 2024.

A rivalidade entre Jeff Bezos, presidente da Amazon, e Elon Musk, CEO da Starlink, está se intensificando. O motivo é que, a Amazon se preparando para o lançamento de dois satélites demo de internet. Desse modo, o lançamento marca o início da megaconstelação de 3.236 satélites da Amazon. Desse modo, eles podem, eventualmente, competir com o serviço espacial líder de Musk, o SpaceX.

A iniciativa espacial da Amazon, chamada Project Kuiper, e está programada para lançar seus primeiros dois satélites, KuiperSat-1 e KuiperSat-2, em 6 de outubro. O evento ocorrerá na Estação Espacial da Força Espacial de Cabo Canaveral, na Flórida. Os satélites serão lançados a bordo do foguete Atlas V da United Launch Alliance (ULA).

O Project Kuiper da Amazon, que começou sua fase de pesquisa e desenvolvimento em 2018, tem planos de fornecer terminais de clientes pequenos e uma rede de comunicações baseada em terra.

A Vodafone e sua filial africana, Vodacom, se associaram à Amazon para usar o Project Kuiper para expandir suas redes 4G/5G. Portanto, a nova colaboração foi anunciada em setembro. Segundo a empresa, reflete o acordo da Amazon em 2021 com a Verizon para melhorar os serviços de telecomunicações nos EUA.

Os satélites Kuiper prometem “reduzir a divisão digital, fornecendo banda larga rápida e acessível para comunidades não atendidas ou mal atendidas pelas tecnologias de comunicação tradicionais”, de acordo com a Amazon.

Importância dos testes em órbita

Rajeev Badyal, vice-presidente de tecnologia do Project Kuiper, enfatizou a importância dos testes em órbita e mencionou que aprenderão muito independentemente de como a missão se desenrola.

“Fizemos testes extensivos aqui em nosso laboratório e temos um alto grau de confiança no projeto de nosso satélite, mas não há substituto para testes em órbita”, disse Rajeev Badyal. “Esta é a primeira vez que a Amazon coloca satélites no espaço e vamos aprender muito, independentemente de como a missão se desenrola.”

A Amazon planeja testar o sistema Kuiper integralmente, garantindo comunicação ininterrupta entre satélites, estações terrestres, o sistema Kuiper e a AWS. No final da missão, a Amazon planeja desorbitar com segurança ambos os satélites, permitindo que eles se desintegrem na atmosfera da Terra.

A empresa está operando sob um cronograma apertado, com uma licença da Comissão Federal de Comunicações (FCC) estipulando o lançamento de metade de sua constelação de satélites até julho de 2026.

Contudo, a Amazon afirma estar no caminho certo, antecipando atender seus primeiros clientes do Project Kuiper até o final de 2024. Embora a implantação completa do satélite possa se estender até 2029.

A competição entre Bezos e Musk no espaço está se acirrando com os últimos movimentos da Amazon. No entanto, apesar das ambições cósmicas de Bezos, a SpaceX de Musk ainda está à frente.

Além disso, existem outros players, como Viasat e HughesNet, que também estão usando o espaço para transmitir internet de banda larga. Por enquanto, parece que Bezos ainda está tentando alcançar Musk na corrida espacial.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Crise diplomática com Israel impacta FAB, agro e energia no Brasil Aos 85 anos, Abílio Diniz ainda inovava e apostou em cripto Apple bloqueia pornografia em Vision Pro e usuários ficam irritadíssimos Analistas aumentam estimativa de lucro do Nubank em 4x e banco sugere “calma” Terceiro homem mais rico do México tem 60% do patrimônio líquido em Bitcoin