Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

YouTuber perde R$ 180 mil após descuido com palavras-chave

Ele aconselhou seus seguidores a serem cuidadosos ao baixar arquivos da internet e recomendou o uso de “hardware wallets” para armazenar criptomoedas com mais segurança.

Um Youtuber brasileiro, Dani Edson, com mais de 227 mil seguidores e foco em criptomoedas, teve um prejuízo de aproximadamente 180 mil reais ao armazenar a senha de sua carteira em um arquivo zipado no PC.

Desse modo, depois de baixar um software de uma fonte não confiável, invasores acessaram e roubaram seus arquivos. O YouTuber explicou em um vídeo postado na segunda-feira (16) como os hackers roubaram todas as suas criptomoedas ao acessar “um arquivo com as senhas”.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +30 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

Nesse sentido, ele alertou sobre os riscos de guardar informações sensíveis no computador, dizendo: “Levaram todas as minhas criptomoedas”.

O relato do influenciador digital começa com um tom de desespero: “Levaram tudo”. Ele revelou que a senha de sua carteira estava em um arquivo de texto zipado. Embora esse arquivo tivesse uma senha, os hackers conseguiram descriptografá-la.

É importante ressaltar que decifrar senhas de arquivos zipados pode ser simples, dependendo da força da senha. Existem vários programas gratuitos que usam ataques de força bruta, tentando inúmeras senhas rapidamente até encontrar a correta.

O descuido do YouTuber

Edson mencionou que utilizava a carteira Exôdus, muito conhecida no mercado. Depois de criar as 12 palavras de segurança, ele as guardou em um arquivo de texto no PC. No entanto, ao baixar um software de uma fonte questionável e tentar executá-lo, nada ocorreu.

Ele disse: “Baixei um software de um site incerto. Tentei executar o arquivo de instalação, mas nada aconteceu. Percebi que era um Cavalo de Troia. O dano estava feito”. Mesmo suspeitando de uma infecção por malware, Edson não tomou nenhuma ação e só percebeu o roubo três meses depois, ao verificar o saldo de sua carteira e encontrar-a vazia.

No vídeo, ele mostra as transações fraudulentas e pede ajuda para rastrear os fundos. O site Livecoins identificou que parte dos ativos foi transferida para a corretora Kucoin. Assim, Edson pode solicitar o auxílio da corretora para identificar o hacker.

No entanto, os bitcoins roubados circularam por 14 carteiras diferentes, tornando difícil determinar quando o hacker perdeu o controle dos ativos. Com uma expressão abatida, Edson listou as criptomoedas roubadas, incluindo Bitcoin, Ethereum, BNB, Litecoin, Bitcoin Cash, Theta, NEO e Dash, totalizando um prejuízo de R$ 180.389,42.

YouTuber roubo criptomoedas
(Edson/Youtube)

Ele aconselhou seus seguidores a serem cuidadosos ao baixar arquivos da internet e recomendou o uso de “hardware wallets” para armazenar criptomoedas com mais segurança. Ao final do vídeo, Edson manifestou sua tristeza, mas mostrou-se firme: “Estou triste, mas não estou tão preocupado”.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Mt. Gox diz que vai pagar US$ 8 bilhões aos credores semana que vem Ancord e BlockTrends lançam primeira Certificação em Criptoativos do Mercado Financeiro e de Capitais Donald Trump Agora Possui US$ 30 Milhões em Memecoins DOG é listada na Bybit e atinge máxima histórica pelo segundo dia consecutivo DOG, memecoin no Bitcoin, atinge nova máxima histórica