Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Tether integra o FBI e o Serviço Secreto em sua plataforma

A empresa divulgou cartas recentes aos membros do Comitê de Bancos, Habitação e Assuntos Urbanos do Senado dos EUA e ao Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos EUA.

No dia último dia 15, a Tether, maior emissora de stablecoins, anunciou suas intenções de auxiliar no combate ao crime no mercado cripto. Nesse sentido, a empresa divulgou cartas recentes aos membros do Comitê de Bancos, Habitação e Assuntos Urbanos do Senado dos EUA e ao Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos EUA. Nestas cartas, a Tether detalha seu compromisso em combater o uso ilícito de stablecoins.

Portanto, a emissora diz é a “criadora da primeira, maior, mais transparente e líquida stablecoin da indústria”. Desse modo, estabeleceu o alicerce financeiro do dólar dos EUA no setor de criptomoedas. Desse modo, a empresa afirma se dedicar a construir uma infraestrutura sustentável e resiliente para o ecossistema de criptomoedas.

Faça parte da Comunidade BLOCKTRENDS PRO e lucre em cripto com relatórios semanais, análises diárias, sinais e lives exclusivas.

Tether em colaboração com os EUA

“As cartas recentes da Tether reafirmam os esforços contínuos da empresa em auxiliar as autoridades regulatórias e de aplicação da lei dos EUA na luta contra o financiamento do terrorismo e outras atividades ilícitas”, diz anúncio.

A carta de 16 de novembro detalha as políticas e padrões de Prevenção à Lavagem de Dinheiro (AML) e Conheça Seu Cliente (KYC) da Tether. Assim, descrevendo sua cooperação proativa e extensiva com agências de aplicação da lei em todo o mundo. Incluindo o Departamento de Justiça dos EUA e o Serviço Secreto dos EUA.

A carta de 15 de dezembro destaca a decisão proativa da Tether de se alinhar com a Lista de Nacionais Especialmente Designados (SDN) do Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC). Nesse sentido, estendendo os controles de sanções ao mercado secundário para garantir medidas de segurança abrangentes. Os pontos-chave destacados na carta incluem:

A implementação pela Tether de uma política de congelamento de carteiras em 1º de dezembro de 2023. Além disso, o congelamento estratégico de carteiras associadas à Lista SDN como uma medida para proteger os usuários e manter a integridade do ecossistema de stablecoin.

Ademais, a Tether destaca o papel ativo da Tether na assistência a agências de aplicação da lei. Incluindo parcerias com o Departamento de Justiça dos EUA, o Serviço Secreto dos EUA e esforços contínuos para colaborar com o Federal Bureau of Investigation (FBI).

“Estamos gratos pela oportunidade de abordar as preocupações levantadas pelos legisladores dos EUA. E comprometidos em continuar o trabalho próximo da Tether com as autoridades de aplicação da lei nos EUA e globalmente”, afirmou Paolo Ardoino, CEO da Tether. “A Tether busca ser uma parceira de classe mundial para os EUA. Enquanto continuamos a auxiliar a aplicação da lei e expandir a hegemonia do dólar globalmente.”

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Ancord e BlockTrends lançam primeira Certificação em Criptoativos do Mercado Financeiro e de Capitais Donald Trump Agora Possui US$ 30 Milhões em Memecoins DOG é listada na Bybit e atinge máxima histórica pelo segundo dia consecutivo DOG, memecoin no Bitcoin, atinge nova máxima histórica Investidor lucra mais de US$180 mil (154.724%) com bug de Berkshire Hathaway