Blockchain

Stablecoin da Coinbase fatura com a queda do ecossistema Luna

Absorvendo uma grande parte do fluxo de fuga da UST, a USDC, stablecoin da Coinbase, se saiu como a grande vencedora após o colapso da Luna.

Segundo dados fornecidos pelo Coingecko, a USD Coin, stablecoin lastreada em dólar criada pela Coinbase e The Circle, tem saído como a maior vencedora após a queda da Luna. A stablecoin, que já era a segunda maior da indústria, saiu de uma participação de mercado de 27,1% há um mês para 33,6% hoje.

A TerraUSD, stable do ecossistema Terra Luna, saiu de um market share de 9,7% em abril para 0,4% agora em maio, uma queda decorrente de toda fragmentação e colapso do ecossistema Terra/Luna.

A Binance USD (BUSD) também saiu como grande beneficiada da derrocada do ecossistema Luna. A stable, que possuía um market share de 9,5% em abril, possui atualmente uma participação de mercado de 11,8%.

Apesar do crescimento das stablecoins da Binance e da Coinbase, o Tether, stable da Bitfinex, permanece como a maior do mercado. No entanto, se a stable detinha 61,4% do mercado há um ano, possui “apenas” uma participação de 47,2% atualmente.

Vale pontuar que o estudo se debruça apenas sobre as 5 maiores stablecoins em abril de 2022 e descobre o market share ao compilar o valor de mercado de cada uma das criptos em 05/21, 04/22 e 05/22.

Explicando o colapso da Luna

Para entender como o colapso da Luna ocorreu, é necessário entender previamente o funcionamento por trás do sistema.

O protocolo consiste em dois tokens principais: Terra (UST) e Luna (LUNA).

Luna é o token utilizado para o UST atingir sua paridade com o dólar, se o preço do UST ultrapassar $1, $1 de Luna pode ser queimado e resgatado em UST, com o usuário realizando o lucro sobre a operação.

O exemplo também serve para a operação inversa, se o preço de UST cair, usuários podem trocar 1 UST por $1 em Luna.

E esse foi exatamente o caso presenciado nos últimos dias, o token UST perdeu sua paridade com dólar, e cada vez mais usuários passaram a trocar 1 UST por $1 em Luna, mesmo que o UST não valesse de fato $1.

A cada operação que transforma UST em Luna, tokens Luna são impressos e adicionados à oferta total.

A quantidade gigantesca de token Luna que foi despejada no mercado fez com que o token inevitavelmente desabasse, conduzindo-o para o colapso.

No dia de ontem (11), a oferta de tokens Luna disponível no mercado era de 2,59B de unidades, já hoje (12), esse número cresceu para mais de 40B, um crescimento de cerca de 1500% nas últimas 24 horas.

No mês, o crescimento excede a casa dos 5700%.

Notícias relacionadas

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.