Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Investimentos

Quem foi Luiza Trajano e como ela construiu seu império

Aos 31 anos, casou-se com Pelegrino José Donato e juntos investiram suas economias do trabalho no varejo para abrir seu próprio negócio.

Luiza Trajano Donato, fundadora do grupo Magalu, faleceu nesta segunda-feira (12) aos 97 anos em Franca (SP). Apesar de sua sobrinha, Luiza Helena Trajano, ter expandido a rede, a criadora foi a sua tia. Nesse sentido, a empresária fez história há mais de 60 anos no setor de varejo brasileiro.

Atualmente, a rede varejista, uma das maiores do país, está sob a liderança de sua sobrinha, a empresária Luiza Helena Trajano. Contudo, sua tia foi reconhecida por sua popularidade como vendedora no interior de São Paulo.

Faça parte da Comunidade BLOCKTRENDS PRO e lucre em cripto com relatórios semanais, análises diárias, sinais e lives exclusivas.

Nascida em Cristais Paulista (SP) em 20 de setembro de 1926, Luiza cresceu em uma família de comerciantes e mais tarde se mudou para Franca, cidade que se tornou palco de sua carreira profissional. Aos 31 anos, casou-se com Pelegrino José Donato e juntos investiram suas economias do trabalho no varejo para abrir seu próprio negócio.

Relatos contam que ela e o marido vendiam de porta em porta seus produtos. Ela conta, em entrevista ao Estadão de 2005, que sempre foi vendedora à moda antiga, que chamava clientes de freguês.

“Eu, modéstia à parte, me considero uma vendedora nata. A gente vende sendo franca com o cliente”, afirmou. “A gente trabalhava a semana inteira na loja e no sábado, depois das 13 horas, viajava de caminhonete para as usinas da região de Franca, onde vendíamos centenas de aparelhos de TV pelo catálogo, produto que era novidade nos anos 1950. O Pelegrino até instalava as antenas. Todo o fim do mês nós íamos receber o pagamento”, contou.

Desse modo, Luiza lutou para realizar seu sonho de empreender em uma época pouco favorável devido ao fato de ser mulher e empresária. Em 1957, adquiriu a loja de presentes “A Cristaleira”, localizada no centro de Franca, que logo foi renomeada para Magazine Luiza.

O nome foi uma homenagem dos clientes à empresária, já bastante conhecida na região por sua atividade comercial. Sem ter filhos, Luiza escolheu, no início dos anos 90, sua sobrinha Luiza Helena Trajano para dar continuidade ao legado dos negócios.

Magazine Luiza sob gestão de “nova Trajano”

Portanto, sob a nova gestão, a Magazine Luiza expandiu significativamente, contando com mais de 1.300 lojas em 20 estados e ampliando sua presença no comércio eletrônico.

Até o terceiro trimestre de 2023, o grupo registrou R$ 14,8 bilhões em vendas, representando um crescimento de 21% em relação aos últimos quatro anos. Desse total, R$ 10,9 bilhões vieram do e-commerce e R$ 4 bilhões das lojas físicas.

Luiza Donato era conhecida por querer estar próxima ao trabalho. Desse modo, participando ativamente de todas as tarefas da loja. Por exemplo, desde empacotar produtos até descarregar caminhões de mercadorias. Seu lema era de incluir e empregar funcionários, Não é à toa que atualmente a rede varejista emprega quase 40 mil pessoas.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Mt. Gox diz que vai pagar US$ 8 bilhões aos credores semana que vem Ancord e BlockTrends lançam primeira Certificação em Criptoativos do Mercado Financeiro e de Capitais Donald Trump Agora Possui US$ 30 Milhões em Memecoins DOG é listada na Bybit e atinge máxima histórica pelo segundo dia consecutivo DOG, memecoin no Bitcoin, atinge nova máxima histórica