Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Notícias

Justiça Federal testa audiência no metaverso na Paraíba

Brasil realiza primeiro acordo judicial no universo digital em simulação de dívida.

Além do Facebook e do mercado cripto, a integração do metaverso está se aproximando do setor judiciário brasileiro. Na Paraíba, a Justiça Federal simulou recentemente a primeira audiência de conciliação do Brasil em um universo digital.

De acordo com a proposta, as primeiras audiências podem acontecer até o final de agosto de 2022 depois da simulação bem-sucedida. Em entrevista à TV Cabo Branco, o advogado Daniel Azevedo disse que o teste no metaverso terminou em acordo entre as partes.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +20 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

O advogado simulou a representação da contestação de uma dívida com a Caixa Econômica no metaverso. A audiência teve avatares e pode inaugurar uma nova forma de atuação digital do setor judiciário no Brasil. Dessa forma, o teste pretende aproximar o metaverso da Justiça Federal, explica ele.

“Recentemente, nós fizemos a primeira audiência simulada de conciliação no âmbito do metaverso. A ideia foi trazer a perspectiva da Justiça Federal para o contexto da imersão, da gente fazer uma Justiça Federal no metaverso. O judiciário no metaverso.”

Justiça e metaverso


Um acordo digital foi concluído pela Justiça Federal na Paraíba em um teste de audiência de conciliação. Sendo assim, o advogado Daniel Azevedo orienta que ele recebeu a proposta do advogado da Caixa Econômica, que também participou da audiência no metaverso.

“Nós fizemos a conciliação,eu como uma parte, e o advogado da Caixa Econômica, doutor Matiel. Enfim, foi um caso simulado onde eu estava insatisfeito com uma suposta dívida, e ele trouxe aí um acordo.”

Daniel Azevedo avaliou a experiência como um sucesso, e que pode ser apresentada para o judiciário como uma forma de reunir digitalmente partes envolvidas em processos de conciliação.

Durante a audiência no metaverso, o advogado frisa que o encontro obedeceu todos os ritos processuais de uma conciliação presencial. Ou seja, com a representação dos avatares foi possível concluir o encontro até com um aperto de mão virtual.

“Todos os atos previstos na legislação para uma audiência de conciliação foram praticados com perfeição. A gente terminou a audiência com um aperto de mão amigável, dos avatares, muito bem representados. No final foi exposta a ata de conciliação, e acho que a experiência foi um baita de um sucesso.”

Portanto, para Daniel Azevedo ainda não existe uma data definida para o uso do metaverso em audiências de conciliação reais. Desse modo, a simulação foi a primeira do Brasil e a ideia é apresentar a iniciativa para o setor judiciário.

“Nesse primeiro momento, fizemos alguns testes, foi uma simulação. Diga-se de passagem, a primeira simulação do país, pra gente conseguir levar isso pra as audiências de fato, mas ainda não há uma previsão pra que isso comece a acontecer.”

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas