Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Investimentos

Investidora ganha R$ 54 milhões após engano de exchange com reembolso

Usuária recebeu mais de US$ 10 milhões na conta após solicitar transferência de apenas US$ 100, cerca de R$ 523.

Uma investidora de criptomoedas recebeu por engano mais de R$ 54 milhões da exchange Crypto.com. A usuária solicitou um reembolso de R$ 530 da plataforma, mas foi surpreendida com uma transferência de mais de US$ 10 milhões.

O caso aconteceu no início de 2021 com uma investidora da Austrália, e o valor enviado por engano está sendo alvo de uma ação judicial no país. A exchange Crypto.com tenta receber o dinheiro de volta, depois de errar na transferência bancária do pedido de reembolso.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +20 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

No total, a australiana recebeu US$ 10,47 milhões da plataforma, sendo que somente no final de 2021 a Crypto.com percebeu o que aconteceu. Segundo a divulgação do caso, um funcionário errou o valor digitado no reembolso, colocando dados da conta da investidora no momento da transferência.

Investidora ganha com erro em reembolso


Em maio de 2021 a Crypto.com enviou erroneamente cerca de R$ 54 milhões para uma investidora de criptomoedas. A exchange descobriu a falha, e em fevereiro de 2022 abriu um processo judicial contra a cliente.

Dessa forma, a plataforma cripto tenta reaver o dinheiro enviado por engano, que foi gasto pela investidora na compra de imóveis e em transferências para outras contas bancárias.

O desdobramento do caso mostra que a exchange enfrenta dificuldades em recuperar o dinheiro enviado para a cliente por engano no início de 2021. A plataforma tenta bloquear bens e dinheiro em contas ligadas à investidora de criptomoedas.

Parte do dinheiro recebido por ela foi aplicado na compra de um imóvel em Merlbourne, na Austrália. A investidora australiana gastou quase R$ 7 milhões pela casa.

A maior parte da quantia recebida por ela foi enviada para uma conta bancária conjunta, no total de US$ 10 milhões. Além disso, a filha da australiana recebeu US$ 430 mil do montante enviado por engano pela exchange Crypto.com.

Sendo assim, a Crypto.com tenta bloquear a mansão comprada pela cliente, em busca de recuperar parte do reembolso. Porém, o imóvel já foi transferido para a irmã da usuária, que atualmente vive na Malásia.

Além de solicitar o arresto de bens e a venda da mansão de R$ 7 milhões, a corretora de criptomoedas pede juros pelo caso do reembolso, de cerca de R$ 141 mil.

A primeira decisão judicial sobre o caso condenou a investidora australiana a ressarcir a Crypto.com pelo erro no pedido de reembolso. A ação terá um novo julgamento na Austrália que deve acontecer em outubro de 2022.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas