Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Economia

Inflação argentina em outubro chega a 8,3%, dobro da brasileira no ano

Analistas econômicos locais interpretam essa desaceleração não como uma tendência, mas como um reflexo de congelamentos de tarifas implementados pelo governo.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística e Censos (Indec), a inflação na Argentina desacelerou para 8,3% em outubro. O movimento ocorre após o país registrar altas de 12,4% em agosto e 12,7% em setembro.

No entanto, analistas econômicos locais interpretam essa desaceleração não como uma tendência, mas como um reflexo de congelamentos de tarifas implementados pelo governo. Eles alertam para uma possível inflação reprimida, que pode se manifestar nos dados de novembro e dezembro.

Faça parte da Comunidade BLOCKTRENDS PRO e lucre em cripto com relatórios semanais, análises diárias, sinais e lives exclusivas.

O site Infobae antecipa que o novo governo. Desse modo, assumindo em 10 de dezembro, terá o desafio de reduzir essas distorções e estima que a inflação reprimida possa chegar a 30%. Mesmo com a desaceleração recente, a inflação acumulada (IPCA) na Argentina ainda é alta, atingindo 120% no ano e 142,7% em 12 meses, o maior índice em 32 anos.

Santiago Manoukian, da Ecolatina, e Claudio Caprarulo, da Analytica, comentam que a desaceleração se deve em parte ao congelamento de preços em serviços públicos e a uma estratégia governamental pré-eleição. A GMA Capital, por outro lado, vê a queda de outubro mais como um evento isolado do que uma tendência sustentável.

“O congelamento aplicado aos serviços públicos, como energia, transporte, combustíveis e até mesmo ao câmbio oficial foi fundamental para frear a dinâmica de aumento de itens como medicamentos”, comentou

Os setores com maiores aumentos de preços foram Comunicação, Vestuário e Calçados, e Equipamentos e Manutenção Doméstica. Alimentação e bebidas não alcoólicas também tiveram alta, mas desaceleraram em relação ao mês anterior.

Eleições na Argentina

O segundo turno das eleições presidenciais da Argentina é realizado 30 dias após o primeiro turno. No caso das atuais eleições, a nova rodada de votações para a Presidência da República está prevista para o dia 19 de novembro, entre 8h e 18h. Entre os candidatos estão o atual ministro da Economia, Sérgio Massa, e o ultraliberal Javier Milei, líder da coalizão política La Libertad Avanza.

Argentina inflação
(Imagem: DALLE-3_

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Ancord e BlockTrends lançam primeira Certificação em Criptoativos do Mercado Financeiro e de Capitais Donald Trump Agora Possui US$ 30 Milhões em Memecoins DOG é listada na Bybit e atinge máxima histórica pelo segundo dia consecutivo DOG, memecoin no Bitcoin, atinge nova máxima histórica Investidor lucra mais de US$180 mil (154.724%) com bug de Berkshire Hathaway