Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Investimentos

Governo quer alterar o marco de criptomoedas

Novo governo Lula espera revisar o marco regulatório de criptomoedas segundo O Globo

Sancionado em dezembro de 2022, o marco regulatório das criptomoedas foi celebrado pelo setor, dadas as discussões que levaram ao menos 7 anos desde a proposição inicial em 2015.

Ainda assim, um ponto relevante do projeto ficou de fora: a obrigação de que corretoras criem uma separação de ativos entre o capital próprio e o capital de clientes.

Após o colapso da FTX, cujas fraudes dizem respeito ao uso de dinheiro de clientes pela corretora, o caso se tornou “urgente”. Nem mesmo este caso, porém, fez o congresso aprovar a medida.

O novo marco regulatório foi aprovado de maneira célere pois seu relator, o deputado Expedito Netto, não foi reeleito. Parte do setor acreditava que isso acabaria travando as discussões futuras na medida em que o projeto teria de recomeçar com um novo relator.

O deputado, que deve concluir seu mandato ao final do recesso da Câmara dos Deputados, foi um dos nomeados para a equipe de transição do governo Lula. Agora, espera-se que sob o comando da CVM e do Banco Central, o projeto possa ter pontos revistos.

Em entrevista ao jornalista Lauro Jardim, Expedito Netto confirmou a ideia de rediscutir tal ponto.

Em conversas paralelas, muitos acreditam que a não inclusão de tal trecho ocorreu em função de pressões de grandes corretoras estrangeiras, que veem na medida um impeditivo para a existência de áreas como “staking”, um modelo que garante remuneração similar a juros pelas criptomoedas guardadas. 

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Nada vai fazer o Bitcoin parar, diz Michael Saylor. Entenda a tese da ‘alta infinita’ Antonio Ais, ‘Toin’ da Braiscompany, é preso na Argentina Bitcoin decola 50% em fevereiro. Ainda vale a pena comprar? BlackRock, maior gestora do mundo, começa a oferecer ETF de Bitcoin na B3 Crise diplomática com Israel impacta FAB, agro e energia no Brasil
Nada vai fazer o Bitcoin parar, diz Michael Saylor. Entenda a tese da ‘alta infinita’ Antonio Ais, ‘Toin’ da Braiscompany, é preso na Argentina Bitcoin decola 50% em fevereiro. Ainda vale a pena comprar? BlackRock, maior gestora do mundo, começa a oferecer ETF de Bitcoin na B3 Crise diplomática com Israel impacta FAB, agro e energia no Brasil