Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Genesis pretende vender US$ 1.4 bilhão em Bitcoin via ações do GBTC

Existem atualmente US$ 1.6 bilhão em Bitcoin e outros ativos digitais em posse da Genesis, despejo pode afetar diretamente o mercado.

A Genesis Global Capital, uma empresa de empréstimos de criptomoedas que declarou falência ano passado, entrou com um pedido no Tribunal de Falências dos EUA no Distrito sul de Nova York para vender aproximadamente US$ 1,6 bilhão em ativos. Esses ativos da Genesis incluem ações do Grayscale Bitcoin Trust (GBTC) avaliadas em cerca de US$ 1,4 bilhão, ações do Grayscale Ethereum Trust avaliadas em cerca de US$ 165 milhões e ações do Grayscale Ethereum Classic Trust avaliadas em cerca de US$ 38 milhões.

Dessa forma, a Genesis transferiu inicialmente as ações do GBTC para a Gemini como parte do programa Gemini Earn. Além disso, também obteve algumas ações através da falência da Three Arrows Capital. A empresa também está buscando reivindicar legalmente 31.180.804 ações adicionais (avaliadas em cerca de US$ 1,2 bilhão) que foram prometidas à Gemini, mas nunca transferidas. A propriedade dessas ações ainda é uma questão não resolvida perante o tribunal.

Contexto e Impacto no Mercado

A Genesis e a Grayscale são partes-chave do império de criptomoedas do Digital Currency Group, que sofreu perdas e controvérsias em 2022, levando à falência da Genesis. O maior credor da Genesis é a Gemini. Assim, com mais de 100.000 de seus usuários afetados pela falência e com dívidas estimadas entre US$ 1 bilhão e US$ 10 bilhões.

A venda proposta de ativos de criptomoedas pela Genesis, se aprovada, poderá ter um impacto significativo no mercado, considerando especialmente o volume de Bitcoin envolvido. Investidores e participantes do mercado de criptomoedas acompanharão de perto a decisão do tribunal sobre esta venda.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Bitcoin decola 50% em fevereiro. Ainda vale a pena comprar? BlackRock, maior gestora do mundo, começa a oferecer ETF de Bitcoin na B3 Crise diplomática com Israel impacta FAB, agro e energia no Brasil Aos 85 anos, Abílio Diniz ainda inovava e apostou em cripto Apple bloqueia pornografia em Vision Pro e usuários ficam irritadíssimos