Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

ETF de Bitcoin à vista será um grande ‘sell the news’?

Quando a expectativa de algum acontecimento impulsiona o preço de um ativo, atrela-se o movimento de comprar o boato. Contudo, nesses casos, o ativo corrige à medida que o fato se concretiza.

A probabilidade da SEC aprovar um ETF de Bitcoin à vista aumenta nesta semana. Portanto, muitos ainda especulam se haverá uma venda dos fatos em cima da aprovação. Ou seja, se o evento será o gatilho para que quem comprou no boato, venda no fato.

Nesse sentido, quando a expectativa de algum acontecimento impulsiona o preço de um ativo, atrela-se o movimento de comprar o boato. Contudo, nesses casos, o ativo corrige à medida que o fato se concretiza.

É fato que o Bitcoin foi impulsionado por esse rumor do ETF de Bitcoin à vista nos últimos meses. Além disso, grandes gestoras como a BlackRock protocolando seus próprios pedidos de ETFs também foram um fator bastante altista no preço da criptomoeda.

ETF de Bitcoin à vista será um “sell the news”?

Vinicius Bazan, analista de criptoativos da Empiricus Research, acredita que a SEC deve aprovar todos os pedidos de ETF spot de bitcoin ainda nesta semana. Além disso, diz que é possível que a negociação já se inicie na quinta-feira (11).

“Muito se especulou se o evento seria um ‘sell the news’. Desde o ano passado eu vinha publicando que, a depender de quanto o BTC subisse antes da aprovação, isso realmente poderia acontecer”, diz.

Entretanto, Bazan diz que ficam, agora, duas questões para definir o curto prazo do bitcoin e demais criptomoedas. Por um lado, o flash crash da semana passada, em torno da divulgação do relatório da Matrixport sobre a eventual não aprovação dos ETFs já foi uma parte do “sell the news”.

“Limpou boa parte da alavancagem e, com isso, reduz o impacto de uma venda maior nos próximos dias”, diz. “Por outro lado, vamos precisar observar como será o fluxo de entrada de capital nos ETFs. Isso será o determinante, no fundo”, ressalta.

O analista lembra que já começou o “fee wars” com as gestoras brigando para ver quem vai cobrar menos de taxa de administração. Nesse sentido, para ele, o movimento indica que deve haver uma corrida inicial para captação de fundos.

“Se a entrada for relevante (alguns bilhões são esperados), aí devemos ver uma continuação da alta dos preços. Acredito que o BTC possa atingir US$ 50 mil no curto prazo antes de uma correção”, finaliza.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Crise diplomática com Israel impacta FAB, agro e energia no Brasil Aos 85 anos, Abílio Diniz ainda inovava e apostou em cripto Apple bloqueia pornografia em Vision Pro e usuários ficam irritadíssimos Analistas aumentam estimativa de lucro do Nubank em 4x e banco sugere “calma” Terceiro homem mais rico do México tem 60% do patrimônio líquido em Bitcoin