Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Do Kwon assume culpa por colapso da Terra e condena alerta da Interpol

Cofundador da rede disse que deixou de viver na Coreia do Sul desde dezembro de 2021.

Do Kwon assumiu a culpa pelo colapso do ecossistema Terra que aconteceu no início de 2021 no mercado. O criador da plataforma cripto foi entrevistado recentemente e condenou o alerta vermelho emitido pela Interpol.

De acordo com ele, a investigação na Coreia do Sul sobre o colapso da rede Terra pode ter motivações políticas. O cofundador da Terra (LUNA) disse que não vive mais no país desde o final de 2021, e por isso não deveria receber um pedido de retorno para sua antiga residência.

O empresário alega ainda que não são legítimas as acusações proferidas por promotores da justiça sul-coreanos. Ele é investigado pelo colapso da rede Terra, que já alcançou mais de US$ 40 bilhões em valor de mercado.

Do Kwon assume colapso da rede Terra


O cofundador da plataforma Terra assumiu a responsabilidade pelo colapso da rede durante entrevista ao podcast Unchained. Sem dar detalhes sobre as causas do problema que afetou o ecossistema da LUNA, Do Kwon disse que é “difícil de viver” essas “perdas astronômicas” e convive com a culpa.

A entrevista do empresário assumindo a culpa pelo colapso demonstra arrependimento e abalo. Ele fala também sobre dano emocional e os desafios que enfrenta ao ser investigado pela Coreia do Sul.

“Eu assumo totalmente a responsabilidade. Não é fácil – o mais difícil na situação atual é ter que se contentar com tantas perdas astronômicas. É muito difícil colocar em palavras, mas a escala do dano financeiro, emocional e econômico que aconteceu aqui não é fácil de viver.”

Alerta vermelho e investigação


A Coreia do Sul decidiu investigar Do Kwon como sendo responsável pelos problemas que a rede Terra enfrentou no final do primeiro semestre de 2022. Do Kwon afirma que ofereceu todos os documentos que os promotores pediram sobre a plataforma.

Sem identificar onde está vivendo, o cofundador da Terra disse que não pode revelar sua localização por questão de segurança. Ele conta que deixou a Coreia do Sul em dezembro de 2021 para viver em outro país.

Dessa forma, Do Kwon acredita que o país não deveria intimá-lo a voltar para sua residência. Ele defende que o pedido deveria ser um convite, e não uma solicitação de retorno.

Sem encontrar Do Kwon, a Coreia do Sul solicitou apoio da Interpol, que emitiu um alerta vermelho para localizar o cofundador da rede Terra. Antes do alerta, promotores sul-coreanos acreditavam que ele estaria vivendo em Cingapura.

A plataforma Terra entrou em colapso em maio de 2022, depois que a stablecoin algorítimica da rede, o UST, perdeu paridade com o dólar, caindo para US$ 0,01 no mercado cripto.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas