Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Notícias

Brasil terá primeira pós-graduação de Desenvolvedor Blockchain

Desenvolvida pela UniFecaf e BlockTrends, a pós-graduação de Desenvolvedor Blockchain é a primeira do Brasil na área.

Com um déficit de 40 mil profissionais por ano nas áreas de Tecnologia da Informação (TI), o Brasil ganhou hoje sua primeira turma em um dos nichos que mais ganha espaço no mercado: desenvolvedor em blockchain. A turma, lançada pela universidade paulista UniFECAF, em parceria com a crypto EdTech BlockTrends, deve ajudar a fornecer qualificação para os profissionais interessados em ingressar neste mercado.

Apontada como a profissão mais relevante no mercado pela Blockchain Council, a carreira de desenvolvedor Blockchain tem ganhado espaço nas instituições financeiras brasileiras. 

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +20 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

Em suma, com criptoativos sendo negociados por grandes bancos, como BTG, XP e Nubank, além de fazerem parte do dia a dia de instituições como a B3, a bolsa de valores brasileira, a carreira passou a ser altamente demandada.

Segundo Leandro Ortunes, diretor acadêmico da Unifecaf: Vimos uma demanda crescente de empresas do mercado financeiro por novos desenvolvedores com especialidade na área. A demanda explodiu na medida em que o Brasil se tornou um polo com regulação favorável em áreas como Web3, Tokenização e crypto”. Em suma, Ortunes reforçou a procura por especializações na área como tendo uma origem por parte das próprias empresas do setor no Brasil.

Salários 7 vezes maior do que a média nacional

Com a demanda crescente, o mercado de TI de uma forma geral, busca atrair novos profissionais com salários bastante atrativos. No Brasil, a mediana de profissionais de área está em uma remuneração de R$8,4 mil, ou 7 vezes a mediana salarial do país. 

Nesse sentido, João Paulo Mayall, co-fundador da QR Capital, que apoia o curso, além de ser uma das investidoras do BlockTrends, “A demanda por desenvolvedores blockchain é uma dor que vemos no crescimento de outras empresas do grupo, como a Vórtx QR Tokenizadora”.

Mayall destaca que um dos motivos está na possibilidade de os profissionais atuarem também no mercado externo. 

Sobre este tema, o CTO da Vórtx QR Tokenizadora e um dos professores do curso de pós-graduação, Armando Dutra, mencionou ao BlockTrends: mesmo salários consideráveis no Brasil, com vagas pagando R$20 mil mensais, se tornam pequenos quando os profissionais percebem que podem ocupar vagas em diversos países. Nos Estados Unidos, por exemplo, um dev jr ganha US$70 mil por ano, em início de carreira, e muitas vezes trabalhando aqui do Brasil mesmo. 

Além de Dutra, que é um dos desenvolvedores blockchain mais ativos do país, o curso conta com outros 2 professores. Rafael Izidoro, que hoje é CEO da Rispar, uma fintech de crédito com colateral em cripto, bem como Pedro Argento, que atua para a Cartesi, uma blockchain com sede em Singapura. 

Argento, que trabalha no Brasil liderando o time global da Cartesi, reforça o ponto sobre a demanda pela profissão de desenvolvedor blockchain. Segundo ele, ainda que a primeira opção seja o mercado nacional, profissionais qualificados podem, sem grandes dificuldades, atuar em mercados globais.

Sobre o curso

A pós-graduação de desenvolvedor blockchain estará disponível na plataforma da universidade, contando com 360h de conteúdos. Convém destacar também nesse sentido, que os alunos concluintes serão certificados pelo MEC.

Há ainda a possibilidade, por exemplo, de o aluno cursar apenas uma extensão, com parte do conteúdo programático, que você encontra AQUI.

O curso em si, é aberto mesmo aqueles com pouca familiaridade em programação. 

Nos módulos 1 e 2, há uma introdução à Blockchain. Nesse sentido, o aluno aprenderá os conceitos de programação em Blockchain, incluindo um módulo para Solidty, a linguaguem de programação utilizada pelo Ethereum. 

O desenvolvedor que cursar a pós-graduação poderá atuar em áreas diversas, tendo aprendido a programar contratos inteligentes, ou mesmo desenvolver criptomoedas do zero. Em suma, estará habilitado para executar diversas tarefas no universo de cripto e Web3.

Também nessa linha, outro tema crucial, e de demanda crescente, está no desenvolvimento de aplicações em Web3. Este assunto é abordado no 6º módulo.

A pós-graduação de desenvolvedor blockchain está disponível AQUI, com valores de R$971, promocionais em função do lançamento.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Ancord e BlockTrends lançam primeira Certificação em Criptoativos do Mercado Financeiro e de Capitais Donald Trump Agora Possui US$ 30 Milhões em Memecoins DOG é listada na Bybit e atinge máxima histórica pelo segundo dia consecutivo DOG, memecoin no Bitcoin, atinge nova máxima histórica Investidor lucra mais de US$180 mil (154.724%) com bug de Berkshire Hathaway