Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Tecnologia

Amazon trabalha em IA para pagar compras com a palma da mão; veja vídeo

O objetivo é que os clientes possam usar a palma da mão para atividades cotidianas, como pagar em uma loja, apresentar um cartão de fidelidade, verificar a idade ou entrar em um local.

A Amazon está trabalhando em uma tecnologia de  escaneamento de palma de mão, chamada “Amazon One”. Nesse sentido, em artigo escrito neste mês por Gerard Medioni, vice-presidente e cientista de aplicativos AWS, a tecnologia é explicada.

Portanto, junto com a tecnologia de Inteligência Artificial Generativa (Generative AI), eles visam oferecer uma experiência rápida, conveniente e sem contato que permite aos clientes deixar suas carteiras e telefones em casa.

Embarque em mais de 150 horas de conteúdo exclusivo sobre o universo das criptomoedas e blockchain na Plataforma BlockTrends.

Desse modo, o objetivo é que os clientes possam usar a palma da mão para atividades cotidianas, como pagar em uma loja, apresentar um cartão de fidelidade, verificar a idade ou entrar em um local. Atualmente, está sendo implementado em mais de 500 lojas Whole Foods Market e dezenas de locais de terceiros.

Funcionamento e desafios do Amazon One

Entretanto, o principal desafio para a ferramenta era a precisão. O sistema não poderia cometer erros ao identificar a palma da mão de um usuário, conforme escreve a empresa em seu blog.

Nesse sentido, devido à falta de dados de palma da mão disponíveis, a empresa usou uma IA generativa para criar milhões de imagens sintéticas de palmas. Estas imagens foram usadas para treinar o modelo AI da Amazon One.

A IA generativa criou o que é chamado de “dados sintéticos”, que são novos dados gerados pela IA para replicar a variedade de dados reais o mais próximo possível. Isso permitiu à Amazon treinar o Amazon One em milhões de imagens geradas sinteticamente da palma da mão e dos vasos sanguíneos abaixo dela.

Desse modo, ao usar dados sintéticos, a Amazon conseguiu aumentar a precisão da ferramenta. Os desenvolvedores treinaram o sistema para detectar variações sutis, como diferentes condições de iluminação, poses de mão e até a presença de um Band-Aid. Eles também treinaram o sistema para detectar e rejeitar mãos falsas, como réplicas de silicone.

A empresa projetou o Amazon One para proteger a privacidade do cliente. O sistema opera além do espectro de luz normal e não pode perceber com precisão o gênero ou o tom de pele. Além disso, a Amazon One não usa informações da palma da mão para identificar uma pessoa, apenas para associar uma identidade única a um instrumento de pagamento.

A Amazon já expandiu as aplicações da ferramenta além dos pagamentos, incluindo a vinculação de lealdade e a verificação de idade. A empresa afirma estar animada para ver o potencial total do Amazon One alcançar mais empresas e consumidores.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Por que o Bitcoin está caindo tanto nesta sexta-feira (12) Quanto valem as criptomoedas de Times Brasileiros Golpe faz investidores perderem R$1,3 milhão em 2 minutos em criptomoeda Criptomoeda ENA contraria Bitcoin e dispara 20% hoje A ‘retaliação’ de Musk: 50% de desconto na Starlink ou internet de graça