Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Tecnologia

YouTube, Anitta e Inteligência Artificial: plataforma anuncia sua incubadora de IA

Somente em 2023, houve mais de 1,7 bilhão de visualizações de vídeos relacionados a ferramentas generativas de IA no YouTube, segundo revela a plataforma.

O YouTube publicou um artigo nesta terça-feira (22) onde anuncia seus próximos passos em direção à inteligência artificial: um framework baseado em IA para músicas. Nesse sentido, em artigo assinado por Neal Mohan, CEO, do YouTube, ele reconhece o rápido avanço da AI, e que está impulsionando a criatividade e transformando várias indústrias.

Contudo, para abordar a tecnologia de forma responsável, o YouTube diz que tem mantido diálogos com especialistas em AI e líderes da indústria musical. Somente em 2023, houve mais de 1,7 bilhão de visualizações de vídeos relacionados a ferramentas generativas de IA no YouTube, segundo revela a plataforma.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +20 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

Music AI Incubator do YouTube

“Atualmente, o YouTube está intensificando sua colaboração com parceiros da indústria musical, como o Universal Music Group, para desenvolver um framework baseado em IA. O objetivo é realçar a expressão criativa única da música e, ao mesmo tempo, proteger os direitos e a integridade dos artistas”, escreve.

Portanto, o YouTube estabeleceu três princípios fundamentais para essa parceria, como abraçar a IA de forma responsável e colaborativa. Contudo, de forma a continuar protegendo o trabalho criativo dos artistas, e equilibrar os interesses dos detentores de direitos autorais com a comunidade criativa. Além disso, Investir em políticas e equipes de confiança e segurança, aplicando essas salvaguardas ao conteúdo gerado por AI.

“Hoje, apresentamos a Music AI Incubator do YouTube. A incubadora ajudará a informar a abordagem do YouTube à medida que trabalhamos com alguns dos artistas, compositores e produtores musicais mais inovadores do setor, em uma ampla gama de culturas, gêneros e experiências”, escreve.

A Universal Music Group é citada como uma líder na área de produção musical. Vale ressaltar que em sua lista de artistas está a Anitta, também citada diretamente pelo artigo do YouTube como “superstar”.

“Passamos anos investindo em políticas e equipes de confiança e segurança que ajudam a proteger a comunidade do YouTube e também estamos aplicando essas salvaguardas ao conteúdo gerado por IA”, escreve.

Combater IA com IA

No YouTube, as políticas proíbem a postagem de conteúdos manipulados. Portanto, você não pode postar um vídeo manipulado para promover alegações falsas ou enganar os espectadores.

Dessa forma, o artigo cita que a linguagem generativa torna ainda mais difícil, e urgente, a aplicação destas medidas. Contudo, a tecnologia também pode servir para reconhecer falsificações, e combater “fogo contra fogo”.

“Os sistemas generativos de IA podem ampliar os desafios atuais, como abuso de marcas registradas e direitos autorais, desinformação, spam e muito mais. Mas a IA também pode ser usada para identificar esse tipo de conteúdo, e continuaremos a investir na tecnologia baseada em IA que nos ajuda a proteger nossa comunidade de espectadores, criadores, artistas e compositores”, diz.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas