Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Exclusivo: Sympla anuncia lançamento de mercado secundário de ingressos tokenizados

A discussão também girou em torno dos planos para um marketplace na Sympla, permitindo vendas P2P seguras via smart contract.

A Sympla, plataforma de ingressos, anunciou que irá lançar seu mercado secundário de ingressos tokenizados e permitir a transferência entre titulares. Nesse sentido, o anúncio foi feito durante a primeira edição do evento “Blockchain & Breakfast”, que aconteceu nesta quarta-feira (16). O BlockTrends compareceu ao evento.

Desse modo, o evento organizado pela Lumx, especializada em tecnologia blockchain, e pela Honey Island, um fundo de Venture Capital em Web3, contou com a presença do CTO da Sympla, Roberto Mameli. Mameli diz que a plataforma Sympla, que já possui 10 milhões de usuários ativos mensais, está prestes a dar um passo adiante na já implementada tokenização de ingressos.

Embarque em mais de 150 horas de conteúdo exclusivo sobre o universo das criptomoedas e blockchain na Plataforma BlockTrends.

A discussão também girou em torno dos planos para um marketplace na Sympla, permitindo vendas P2P seguras via smart contract. Contudo, com regras definidas em conjunto com os produtores de eventos.

Nesse sentido, ele comenta acerca da facilitação de duas novas ferramentas, previstas para o futuro do projeto, o check-in e a transferência de titularidade entre usuários. A ideia é eliminar filas e melhorar a experiência do usuário. O CTO citou como exemplo a funcionalidade de check in de um aeroporto.

Sympla, tokenização e ingressos

Ainda discutindo sobre o futuro da indústria de ingressos e eventos, os especialistas avançaram nas ideias. Assim, destacando as possibilidades que a tecnologia blockchain pode oferecer ao setor.

Durante o evento, Mameli destacou a transformação significativa que o mercado de ingressos experimentou ao migrar do papel para o QR Code anos atrás. Ainda vamos presenciar muitas mudanças e inovações, afirma.

Mameli apresentou uma visão para o futuro, onde a blockchain pode inovar ainda mais neste campo. Portanto, especialmente na questão da titularidade dos ingressos e na luta contra fraudes.

Ele propôs que, embora o QR Code ainda seja necessário, no futuro, o acesso será garantido ao titular da carteira 100% com blockchain. Desse modo, proporcionando uma plataforma aberta e auditável.

Conforme Mameli, a empresa já está neste caminho. Nesse sentido, a Sympla já trabalha com diversos aspectos do blockchain em sua plataforma em parceria com a Lumx. Um ponto crucial discutido foi o potencial dos NFTs para eliminar fraudes ao alterar dinamicamente o QR Code, garantindo maior segurança e confiabilidade.

Mameli também tocou na riqueza de dados acessíveis aos organizadores de eventos com a blockchain. Portanto, referindo-se a ela como um “petróleo de informações” sobre quem adquire e participa dos eventos.

Outro tópico abordado foi a aplicação de POAPs (Prova de Participação) no meio corporativo e em programas de fidelidade. Nesse sentido, podem demonstrar o vasto alcance da blockchain além do simples ingresso.

Lumx visa tokenizar experiências

Caio Barbosa, Cofounder da Lumx, complementou a discussão ao antecipar uma evolução da Sympla para além da venda de ingressos. Portanto, Barbosa diz vislumbrar uma plataforma de experiências enriquecidas, possivelmente em parceria com iniciativas.

Barbosa também destacou a importância da abstração de contas para melhorar a segurança e reduzir custos. A tecnologia de abstração de contas basicamente refere-se a uma ferramenta blockchain que tokeniza a carteira de ativos como um todo.

Desse modo, mencionando a inovação de tratar a carteira digital como um token. Contudo, a ideia é trazer isso de maneira simples com interfaces fácil ao usuário não familiarizado. Por fim, o objetivo final de ambas empresas foi estabelecido como de fornecer ao usuário uma experiência de usuário transparente e intuitiva.

A implementação da blockchain Polygon foi mencionada como um passo para reduzir custos, com a promessa de que, inicialmente, esses custos serão absorvidos pela plataforma para não impactar o consumidor. Embora a negociação em criptomoedas ainda não tenha previsão de lançamento, a Sympla está comprometida em explorar essa frente no futuro.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Pela primeira vez em 15 anos, todos bilionários com menos de 30 anos são herdeiros. E isso é ótimo para o Bitcoin Alguém lembrou de 50 centavos em BTC guardados em 2010. Agora valem US$3,3 milhões Por que o Bitcoin está caindo tanto nesta sexta-feira (12) Quanto valem as criptomoedas de Times Brasileiros Golpe faz investidores perderem R$1,3 milhão em 2 minutos em criptomoeda