Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Revelações inéditas sobre Satoshi Nakamoto, criador do Bitcoin, viralizam

Nos e-mails é descoberto que Satoshi acreditava que a mineração de Bitcoin consumiria menos energia do que o sistema bancário inteiro. 

E-mails nunca antes vistos de Satoshi Nakamoto, o criador do Bitcoin, vieram à tona em um tribunal britânico. Nesse sentido, estes e-mails, datados de 2008 e 2009, foram trocados entre Satoshi e o criptógrafo Adam Back e recentemente se tornaram parte do registro público em um caso judicial na Inglaterra.

A revelação ocorreu durante o depoimento de Adam Back, CEO e cofundador da Blockstream, como testemunha no Tribunal Superior de Justiça do Reino Unido. O caso ocorre em meio ao processo movido pela Crypto Open Patent Alliance (COPA) contra Craig Wright, que afirma ser Satoshi Nakamoto.

Embarque em mais de 150 horas de conteúdo exclusivo sobre o universo das criptomoedas e blockchain na Plataforma BlockTrends.

Portanto, a COPA divulgou os documentos para a imprensa. Após isso, as capturas de tela dos e-mails foram divulgadas no Twitter por Pete Rizzo, um historiador do Bitcoin e editor da Bitcoin Magazine.

Satoshi Nakamoto permanece anônimo

Os e-mails desmentem a teoria de que Back poderia ser o verdadeiro Satoshi Nakamoto, uma especulação feita por alguns entusiastas do Bitcoin. Back sempre negou essas alegações.

Muitos na comunidade Bitcoin acreditam que Hal Finney, um dos primeiros colaboradores e o destinatário da primeira transação de Bitcoin, poderia ser Satoshi, embora existam evidências que contestam essa teoria.

Nas correspondências, Satoshi contatou Back meses antes do lançamento oficial do Bitcoin para confirmar uma citação sobre o algoritmo de prova de trabalho de Back, o Hashcash, que seria utilizado no protocolo Bitcoin.

Satoshi também compartilhou um rascunho pré-lançamento do whitepaper do Bitcoin com Back, solicitando seu feedback e sugerindo que ele poderia compartilhá-lo com outros.

Em um e-mail de janeiro de 2009, Satoshi agradeceu a Back por sugerir trabalhos sobre outros protocolos propostos, como “B-Money” e “Micromint”, e informou que o software Bitcoin de código aberto havia sido lançado.

Satoshi destacou a geração de uma cadeia de prova de trabalho baseada em hash como a ideia principal do sistema, permitindo uma prova autoevidente do consenso da maioria e a emissão de novas moedas por meio da contribuição com prova de trabalho.

A COPA, apoiada por Jack Dorsey, cofundador do Twitter e do Cash App, busca refutar as alegações de Wright, descritas por um representante da COPA como “uma mentira descarada e uma narrativa falsa”.

Outras descobertas sobre Satoshi Nakamoto

Além disso, a comunidade bitcoiner recebeu o presente de uma imensidão de informações novas a respeito do Bitcoin. Como por exemplo, a divulgação pelo primeiro colaborador de Satoshi Nakamoto, Martii ‘Sirius’ Malmi, de todo seu histórico de e-mail. São 120 páginas, e segundo Rizzo, é a adição mais significativa aos arquivos do inventor desconhecido do Bitcoin .

Nesse sentido, nos emails, Satoshi pede a Martin para remover a referência ao bitcoin como um investimento. Portanto, ele pergunta a Martti se eles deveriam começar a usar o termo “criptomoeda” para descrever o bitcoin ( eles decidem que sim).

Quando questionado sobre como o Bitcoin poderia escalar no futuro, Satoshi teorizou que a rede teria um máximo de 100.000 nós. “Aqui ele aborda o cálculo e a economia da rede em escala. Observação: cerca de 50.000 nós executam o software hoje”, explica Rizzo.

Por fim, uma das principais citações é referente ao gasto energético. Nesse sentido, Satoshi acreditava que a mineração de Bitcoin consumiria menos energia do que o sistema bancário inteiro. 

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Pela primeira vez em 15 anos, todos bilionários com menos de 30 anos são herdeiros. E isso é ótimo para o Bitcoin Alguém lembrou de 50 centavos em BTC guardados em 2010. Agora valem US$3,3 milhões Por que o Bitcoin está caindo tanto nesta sexta-feira (12) Quanto valem as criptomoedas de Times Brasileiros Golpe faz investidores perderem R$1,3 milhão em 2 minutos em criptomoeda