Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

De OpenAI para ‘ClosedAI’. Entenda a briga entre Elon Musk e Sam Altman

No meio da briga entre gigantes, Elon Musk decidiu retirar o processo contra a OpenAI sob um acordo, para que a empresa mudasse seu nome para ClosedAI.

Elon Musk decidiu iniciar um processo contra a empresa de inteligência artificial OpenAI, seu CEO, Sam Altman. Nesse sentido, as acusações de Musk são de violar acordos contratuais estabelecidos no início da empresa. Contudo, o bilionário decidiu retirar o processo sob um acordo, para que a empresa mudasse seu nome para ClosedAI. A piada faz referência ao nome “aberto”, de Open, para “fechado”, ou closed.

A OpenAI, desenvolvedora do ChatGPT, contestou em seu blog na terça-feira (5) as alegações feitas por Elon Musk de que a startup teria desviado de sua missão original de desenvolver inteligência artificial para o benefício da humanidade, em vez de buscar lucro.

Embarque em mais de 150 horas de conteúdo exclusivo sobre o universo das criptomoedas e blockchain na Plataforma BlockTrends.

Em um post de blog, a OpenAI afirmou que tomará medidas para refutar todas as alegações feitas por Musk. Além disso, em emails, a OpenAI revelou que Musk propôs a fusão da empresa com a Tesla, fabricante de veículos elétricos. Assim como chegou a enviar um e-mail sugerindo que a startup deveria “anexar-se à Tesla como sua vaca leiteira”.

Foi justamente nesta publicação de resposta ao bilionário, que Musk fez a proposta. “Mude seu nome para ClosedAI que eu retiro o processo”.

Além disso, Musk editou uma foto de Sam Altman usando um crachá de visitante, alterando os detalhes do cartão com as palavras “ClosedAI” ao lado do logo da OpenAI. Portanto, além destas, diversas provocações sobre o nome da empresa inundaram o perfil de Musk nesta semana.

O que se sabe sobre a briga?

A sugestão de anexação da OpenAI com a Tesla ocorreu após Musk e a empresa decidirem que o próximo passo seria criar uma entidade com fins lucrativos em 2017. As informações vieram de e-mails compartilhados pela OpenAI, e os argumentos de defesa de Musk.

A ideia era para gerar capital necessário à construção de inteligência artificial geral (AGI). Musk desejava então uma participação majoritária, controle inicial do conselho e a posição de presidente-executivo da OpenAI. Contudo, a empresa recusou, alegando que iria contra a missão de permitir que qualquer indivíduo tivesse controle absoluto sobre a companhia.

A OpenAI expressou tristeza pelo conflito com Musk, a quem dizem admirar profundamente. Eles mencionaram que, em 2017, perceberam a necessidade de muito mais capital para cumprir sua missão.

Nesse sentido, na época, a necessidade da empresa era de bilhões de dólares por ano, o que era muito mais do que qualquer um deles poderiam arrecadar. Especialmente na opinião de Musk, que achava que não seriam capazes de arrecadar apenas como uma organização sem fins lucrativos.

Ademais, após a OpenAI recusar sua proposta, Musk optou por deixar a startup. Conforme a empresa, Musk ainda disse que a probabilidade de sucesso era de 0% e que planejava construir um concorrente de AGI dentro da Tesla.

“Quando ele saiu no final de fevereiro de 2018, ele disse à nossa equipe que apoiava nossa busca por nosso próprio caminho para arrecadar bilhões de dólares”, acrescentou a OpenAI.

Contudo, no processo, Musk afirmou que os três fundadores da OpenAI haviam concordado originalmente em trabalhar no AGI de uma maneira que “beneficiaria a humanidade”. Ele também pressionou a OpenAI a anunciar um compromisso inicial de financiamento de US$ 1 bilhão em 2015.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Pela primeira vez em 15 anos, todos bilionários com menos de 30 anos são herdeiros. E isso é ótimo para o Bitcoin Alguém lembrou de 50 centavos em BTC guardados em 2010. Agora valem US$3,3 milhões Por que o Bitcoin está caindo tanto nesta sexta-feira (12) Quanto valem as criptomoedas de Times Brasileiros Golpe faz investidores perderem R$1,3 milhão em 2 minutos em criptomoeda