Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

O que se sabe sobre GTA VI, o jogo mais caro da história

Com custo estimado em US$2 bilhões, GTA VI deverá ser lançado em 2025, isso é o que se sabe até o momento.

Lançada em 1997, a franquia Grand Theft Auto, ou GTA, já vendeu ao menos 385 milhões de cópias, se colocando como uma das mais lucrativas da história dos games, mesmo com sua última edição tendo sido lançada em 2013.

Agora, passada uma década, a nova versão do game ganha alguns detalhes extras. A previsão é de que o lançamento ocorra em 2025, apesar de alguns rumores tratarem como possível um lançamento ainda em 2024.

Faça parte da Comunidade BLOCKTRENDS PRO e lucre em cripto com relatórios semanais, análises diárias, sinais e lives exclusivas.

Fontes ouvidas pela Bloomberg confirmam que a Rockstar pretende investir entre US$1-2 bilhões no game, tornando-o assim o jogo mais caro da história.

Um dos questionamentos mais feitos até o momento está na demora para a nova versão. De fato, após o lançamento de GTA V, a versão online do game ocupou boa parte da equipe da Rockstar. Outros lançamentos da empresa, como Red Dead Redemption 2 também entraram no pipeline da produtora. 

Um dos maiores “personagens” da história, Vice City está prevista para ganhar uma atualização, mais de duas décadas após GTA IV. A expectativa é de que o novo mapa seja ao menos 3 vezes maior do que o anterior.

No Reddit, alguns entusiastas (com tempo de sobra), utilizaram as coordenadas de vazamentos de GTA VI para estimar o tamanho real do mapa.

Uma das maiores expectativas do jogo, entretanto, tem sido mantida. O novo game deve contar com os avanços de Inteligência Artificial feitos ao longo da última década para melhorar a experiência do usuário em relação aos NPCs, ou “Non Player Caracters”.

Sendo o mais conhecido game de mundo aberto, ou “sandbox”, GTA VI deve se tornar um marco no uso deste tipo de tecnologia para agregar roteiros mais personalizados ao usuário.

Rumores sobre criptoativos e NFTs

Ao longo de 2022, em meio ao hype de NFTs, os tokens não fungíveis que movimentaram bilhões de dólares, especulações sobre o uso deste tipo de ferramenta tornaram-se comuns.

De fato, o CEO da Take-Tow, a companhia dona da Rockstar, declarou estar convencido de que blockchain e NFTs podem agregar a experiência do usuário.

A ideia seria agregar a possibilidade de que usuários possam transformar suas modificações e skins em NFTs, tranpondo a experiência do jogo para outras plataformas, além das possibilidades de comercializar essas NFTs, o que permitiria a criação de um ecossistema econômico no game, como há em outros jogos, como World of Warcraft.  

Para tristeza dos entusiastas de cripto, porém, a Rockstar lançou em novembro passado uma declaração onde alega que uso de direitos intelectuais da companhia para fins comerciais seriam banidos. 

Isso não impediria, porém, a empresa de lançar atualizações envolvendo blockchain ou NFTs, de acordo com o CEO, apenas não deve se enquadrar neste lançamento.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Trader faz US$ 6.500 virar US$ 5,6 milhões com criptomoedas meme do Trump após ele falar bem do mercado “O único defensor do livre mercado no mundo é bizarramente da Argentina”, diz ex-gestor de George Soros Instituto mobiliza BTG e Starlink, de Musk, para garantir internet em meio a enchentes no RS Bybit começa a oferecer renda passiva em dólar descentralizado Baleia de Bitcoin acorda após 10 anos e move US$43,9 milhões que comprou por US$2 dólares