Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Investimentos

O estudante de 20 anos que fez $110 milhões como trader de um meme

As chamadas Memestocks voltaram a pauta no mercado financeiro, criando expectativas sobre diversos pequenos investidores.

Há cerca de um ano, a rede de lojas de produtos para cada, Bed Bath & Beyond, possuía uma posição de caixa sólida, de $1,1 bilhão. 

De lá pra cá, a empresa enfrentou problemas de liquidez, reduzindo seu caixa em 90%, para $110 milhões. Seus prejuízos seguiram na ponta contrária, crescendo de $51 milhões no primeiro trimestre de 2021 para $358 milhões.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +20 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

A crise na empresa, que mudou de CEO recentemente, chamou a atenção de um grupo de investidores de varejo, que viram na empresa uma oportunidade de repetir a chamada “memestock mania”, a onde de short squeeze que começou com a GameStop em janeiro de 2021.

Em resumo, investidores que se encontram via redes sociais, costumam apostar conjuntamente pequenos valores em opções de compra de ações. 

Opções são o direito de comprar uma ação a um preço determinado. 

Essa enxurrada de ordens eleva os valores negociados de ações, por meio das ações de formadores de mercado, que negociam na outra ponta das opções. 

Via de regra, o uso de opções se dá por investidores que tomam decisões pautados nos resultados da empresa. Podendo comprar ou vender papéis com base na expectativa dos lucros ou prejuízos.

Quando grupos de pessoas comuns encontram um alvo, acabam por descobrir que muitas vezes o valor de mercado de uma ação é baixo quando se considera o volume de pessoas, o que significa que suas ordens terão impacto elevado.

Como em um esquema de pirâmide, a situação funciona em atrair mais e mais pessoas, inflando o bolo total (o preço das ações). 

O resultado é a criação de uma bolha de maneira propositadamente, apenas pelo “meme”.

O resultado é que entre 30 de Junho e 15 de agosto, o valor das ações da empresa subiu de $4,97 para $27,5. 

E nessa alta, algumas pessoas já lucraram de fato.

Um estudante de 20 anos da Universidade do Sul da Califórnia, Jake Freeman, investia recursos da família e amigos, quando encontrou as ações da BBBY, que julgava estarem excessivamente desvalorizada. 

Tendo passado um período de estágio em fundos de Venture Capital, Freeman acabou montando seu próprio fundo, com recursos do tio, um ex-executivo do setor farmacêutico. 

Por meio do Freeman Capital Management, Jake e seu tio Scott adquiriram ao menos 6,2% da empresa, por meio de opções e da compra regular de ações.

Os dados da SEC, a Comissão de Valores Mobiliários americana, não detalhe o valor inicial investido, mas considerando o valor da posição como comprada a mercado em Junho, os Freeman teriam pago $20 milhões por ações que apenas 45 dias depois venderam por $130 milhões.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas