Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Maior taxa da história do Bitcoin é resultado de roubo de US$5 milhões

Usuário no X reivindicou posse da carteira hackeada e analista aponta que invasores geraram propositalmente a taxa absurda de US$3.1M em Bitcoin

O mundo do Bitcoin testemunhou recentemente um evento surpreendente: o pagamento de uma taxa de transação de cerca de US$ 3.1 milhões (83.7 BTC), estabelecendo um novo recorde para a maior taxa de transação já vista na história do Bitcoin. Este incidente, que causou grande alvoroço na comunidade de criptomoedas, pode ter se revelado numa invasão ocorrida em carteira de Bitcoin.

A transação ocorreu durante a madrugada do dia 21, envolvendo a movimentação de uma quantidade significativa de Bitcoin. A taxa, anormalmente alta, foi minerada pela Antpool no bloco 818087, totalizando 91.466 BTC (US$ 3.428.890) em taxas e subsídio de bloco. Assim, esse evento gerou surpresa e iniciou discussões sobre os mecanismos por trás das transações de Bitcoin.

O desenvolvedor mononaut, associado ao mempool.space, esclareceu o incidente, sugerindo que o uso da função Replace-By-Fee (RBF) no Bitcoin pode ter sido um fator contribuinte. Dessa forma, a RBF permite que os usuários substituam uma transação no mempool aumentando a taxa, garantindo uma confirmação mais rápida. .

Usuário no X afirma ser a vítima da invasão

Investigações adicionais sobre o assunto revelaram uma reviravolta. Um usuário identificado como @83_5BTC reivindicou a propriedade dos fundos que pagaram a alta taxa. Por meio de uma mensagem assinada, esse usuário forneceu prova criptográfica de controle sobre o endereço Bitcoin em questão.


Na sexta-feira, a suposta vítima abriu uma nova conta no Twitter, “@83_5BTC”, nome que reflete o valor da taxa paga, e alegou ser o proprietário do bitcoin usado para pagar a alta taxa. “Criei uma nova carteira fria e transferi 139 BTC para ela; imediatamente, alguém transferiu esses fundos para outra carteira”, afirmou 83_5BTC. “Só posso imaginar que alguém estava executando um script naquela carteira e que o script tinha um cálculo de taxa estranho.”

De acordo com Mononaut, a causa mais provável foi uma carteira de baixa entropia, ou seja, criada com aleatoriedade insuficiente, tornando-a vulnerável a hacks. Se realmente foi uma carteira de baixa entropia, vários atacantes poderiam estar competindo para roubar os fundos, sugeriu Mononaut, explicando a alta taxa, com scripts configurados para gastar uma proporção significativa da transação para impedir concorrentes.

Mononaut observou mais tarde que a taxa paga eram exatamente 60% do total de 139,42 BTC roubados, e o suposto atacante também varreu 0,001 BTC do mesmo endereço, pagando 0,0006 BTC em taxas. Desse modo, o analista acredita que o hacker utilizou um script que automaticamente selecionasse uma alta taxa para evitar ‘competição’ entre aqueles que quisessem invadir o endereço de Bitcoin.

O incidente desencadeou um debate sobre as medidas de segurança e a conscientização do usuário necessárias ao lidar com transações de criptomoedas. Portanto, também destaca a necessidade de interfaces mais amigáveis ao usuário e salvaguardas em carteiras de criptomoedas para evitar erros tão custosos.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Crise diplomática com Israel impacta FAB, agro e energia no Brasil Aos 85 anos, Abílio Diniz ainda inovava e apostou em cripto Apple bloqueia pornografia em Vision Pro e usuários ficam irritadíssimos Analistas aumentam estimativa de lucro do Nubank em 4x e banco sugere “calma” Terceiro homem mais rico do México tem 60% do patrimônio líquido em Bitcoin