Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Google pede desculpas por inserir “diversidade” em prompts de imagens sobre soldados nazistas

Usuários nas redes sociais haviam reclamado que a ferramenta de IA gerava imagens de figuras históricas de modo impreciso.

Nesta quinta-feira (22), o Google anunciou a pausa de sua funcionalidade de geração de imagens por inteligência artificial, Gemini. O movimente se deu após identificar “inexatidões” em imagens históricas, ou basicamente gerar soldados nazistas negros, asiáticos e de outras etnias.

Nesse sentido, usuários nas redes sociais haviam reclamado que a ferramenta de IA gerava imagens de figuras históricas de modo impreciso. Além do primeiro exemplo, os Pais Fundadores dos EUA como pessoas de cor, considerando isso impreciso.

Embarque em mais de 150 horas de conteúdo exclusivo sobre o universo das criptomoedas e blockchain na Plataforma BlockTrends.

O Google, em uma postagem no X na quarta-feira, declarou que a funcionalidade de IA pode “gerar uma ampla gama de pessoas. E isso geralmente é algo bom, pois pessoas ao redor do mundo a utilizam.”

No entanto, admitiu que a funcionalidade estava “errando o alvo aqui”, acrescentando que a empresa está “trabalhando para melhorar imediatamente esses tipos de representações.”

Google vai pausar funcionalidade

Em uma declaração atualizada na quinta-feira, o Google informou que pausará a funcionalidade do Gemini de gerar imagens de pessoas e lançará uma versão “melhorada” em breve.

A ferramenta de geração de imagens foi lançada no início de fevereiro por meio do Gemini, anteriormente conhecido como Bard. Ela enfrenta desafios em um momento em que o Google tenta alcançar a OpenAI, apoiada pela Microsoft.

Enquanto o Google enfrenta problemas com a criação de imagens do Gemini, a OpenAI lançou na semana passada o Sora, seu novo modelo de IA generativa capaz de produzir vídeo a partir de prompts de texto dos usuários.

Jack Krawczyk, diretor sênior de produto para o Gemini no Google, disse na quarta-feira que as capacidades de geração de imagem da empresa refletem a “base de usuários global” da empresa e que leva “a representação e o viés a sério.”

“Continuaremos a fazer isso para prompts abertos (imagens de uma pessoa passeando com um cachorro são universais!)”, disse Krawczyk em uma postagem no X. “Contextos históricos têm mais nuances e vamos ajustar ainda mais para acomodar isso.”

O Google lançou o Gemini, seu modelo de IA mais avançado, no final de 2023. Neste mês, também renomeou o Bard, seu concorrente do ChatGPT, para Gemini. Além disso, lançou um serviço de assinatura para uma versão mais poderosa do modelo de IA.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Ex-CEO da Binance pode ser condenado a 3 anos de prisão (não 4), e pede desculpas Satoshi Nakamoto, criador do Bitcoin, desapareceu há exatos 13 anos Google é forçado a desincentivar novos candidatos políticos Magic Eden adiciona suporte para Runes do Bitcoin Dona da CazéTV agora pertence à XP Inc e vai expandir globalmente