Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Fundos de Investimento em Bitcoin crescem US$312M, o maior valor do ano

Em 2023, o investimento em bitcoin e outros criptoativos cresceram US$1.66 bilhão no total e semana passada teve a maior entrada do ano.

Os produtos de investimento em ativos digitais testemunharam uma entrada significativa de fundos na última semana, totalizando US$ 346 milhões. Este valor representa o maior influxo semanal em uma sequência de nove semanas consecutivas. O Bitcoin liderou com um influxo de US$ 312 milhões, elevando o total acumulado no ano para mais de US$ 1,5 bilhão.

Enquanto isso, os “ursos” continuam a capitular, com a terceira semana de saídas totalizando US$ 0,9 milhão. Os ativos sob gestão (AuM) dos produtos de venda a descoberto de Bitcoin caíram 61% desde o pico em abril de 2023.

O Ethereum também viu um fluxo positivo, com US$ 34 milhões na última semana, totalizando US$ 103 milhões em um período de quatro semanas. Isso quase neutraliza a tendência de saídas deste ano, marcando uma mudança decisiva no sentimento do mercado.

Esses movimentos, são impulsionados pela antecipação do lançamento de um ETF baseado em Bitcoin nos EUA. Assim, estão neste momento no maior patamar desde o mercado em alta no final de 2021. A combinação de aumentos de preço e influxos elevou o total de AuM para US$ 45,3 bilhões, o mais alto em mais de um ano e meio.

Além de Bitcoin e Ethereum, outras criptomoedas como Solana, Polkadot e Chainlink também experimentaram influxos, totalizando US$ 3,5 milhões, US$ 0,8 milhão e US$ 0,6 milhão, respectivamente.

Bitcoin e criptoativos em fundos de investimento

Os volumes de ETP (Exchange-Traded Products) como porcentagem do total de volumes à vista de Bitcoin permaneceram bem acima da média, representando 18% na última semana. Isso destaca o uso crescente de ETPs para obter exposição à classe de ativos, como mostra relatório da CoinShares.

Brasil na contramão da tendência global

Regionalmente, Canadá e Alemanha representaram 87% do total de influxos, com participação relativamente baixa dos EUA, que viram influxos de apenas US$ 30 milhões na última semana. Isso pode ser atribuído à expectativa dos investidores pelo lançamento do ETF nos EUA.

Por outro lado, o fluxo de investimento continua caindo no Brasil. Neste momento, o mercado brasileiro de fundos de investimento negociados em bolsa está em segundo lugar em redução de investimentos em criptoativos.

Este relatório reflete um otimismo crescente no mercado de ativos digitais, com investidores mostrando confiança e interesse crescente em produtos de investimento relacionados a criptomoedas. Entretanto, também mostra que o mercado brasileiro está reduzindo a exposição em veículos regulados de exposição sintética no país.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Crise diplomática com Israel impacta FAB, agro e energia no Brasil Aos 85 anos, Abílio Diniz ainda inovava e apostou em cripto Apple bloqueia pornografia em Vision Pro e usuários ficam irritadíssimos Analistas aumentam estimativa de lucro do Nubank em 4x e banco sugere “calma” Terceiro homem mais rico do México tem 60% do patrimônio líquido em Bitcoin