Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Fundação Ethereum está sob investigação de autoridade estatal

Conforme o commit no GitHub datado de 26 de fevereiro de 2024, a fundação diz que “recebemos uma consulta voluntária de uma autoridade estadual que incluiu um requisito de confidencialidade.”

A Fundação Ethereum, organização sem fins lucrativos ligada ao ecossistema da blockchain Ethereum, está sob investigação por uma “autoridade estadual” não nomeada, podendo ser a SEC possivelmente. As informações foram divulgadas nesta terça-feira (20) pela CoinDesk, e de acordo com o repositório do site do grupo no GitHub.

Conforme o commit no GitHub datado de 26 de fevereiro de 2024, a fundação diz que “recebemos uma consulta voluntária de uma autoridade estadual que incluiu um requisito de confidencialidade.”

Embarque em mais de 150 horas de conteúdo exclusivo sobre o universo das criptomoedas e blockchain na Plataforma BlockTrends.

Um commit no GitHub é uma ação que captura um ponto no tempo dos arquivos do seu projeto. Quando você faz um commit, está essencialmente tirando uma “foto” de seus arquivos naquele momento, permitindo que você salve uma versão do seu projeto. Cada commit é representa uma identificação única que inclui informações sobre o autor. Além de uma mensagem descrevendo qual foi a alteração.

Anteriormente, o site da Fundação Ethereum continha a seguinte divulgação. “A Fundação Ethereum informa que nenhuma agência, em qualquer lugar do mundo, a contatou de forma que exigisse a não divulgação desse contato.” A Fundação Ethereum divulgará publicamente qualquer tipo de inquérito de agências governamentais que caia fora do escopo das operações comerciais regulares.”

Entenda o que aconteceu no repositório do Github

Esse rodapé foi removido no commit do GitHub de 26 de fevereiro, juntamente com o canário de garantia do site, de acordo com o changelog. Um canário de garantia é geralmente alguma forma de texto ou aviso visual (como um pássaro colorido, no caso da Fundação Ethereum). Algumas empresas incluem em seus sites para indicar que nunca receberam uma intimação governamental ou solicitação de documentos.

Portanto, se uma agência governamental solicitar informações, a empresa pode remover o texto, sugerindo que recebeu o pedido sem dizer explicitamente. Por engano, a Fundação Ethereum removeu anteriormente o canário de garantia em 2019, mas rapidamente o adicionou de volta ao site.

Um advogado familiarizado com a situação disse que um regulador suíço pode ter enviado um pedido de documentos à Fundação Ethereum e pode estar trabalhando com a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC).

“Os analistas que acompanham o processo estão se tornando menos otimistas de que o regulador federal aprovará as várias aplicações para um ETF de Ether que a SEC está avaliando, citando a falta de engajamento entre os candidatos e os funcionários da SEC.”

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Pela primeira vez em 15 anos, todos bilionários com menos de 30 anos são herdeiros. E isso é ótimo para o Bitcoin Alguém lembrou de 50 centavos em BTC guardados em 2010. Agora valem US$3,3 milhões Por que o Bitcoin está caindo tanto nesta sexta-feira (12) Quanto valem as criptomoedas de Times Brasileiros Golpe faz investidores perderem R$1,3 milhão em 2 minutos em criptomoeda