Blockchain

Exxon está usando excesso de gás natural para minerar bitcoin

Projeto piloto da empresa deve utilizar o excesso de gás natural em uma planta nos Estados Unidos para minerar Bitcoin.

Maior petroleira do mundo, a ExxonMobil firmou hoje um acordo para utilizar o excesso de gás natural em uma planta na Dakota do Norte para mineração de cripto.

Segundo a nota divulgada pela empresa, o gás natural excedente que deve ser remanejado para mineração é hoje queimado, de modo que a planta não deve gerar excessos de emissões de CO2.

A Exxon deve utilizar ao menos 18 milhões de metros cúbicos de gás por mês, no acordo que deve ser operado pela Crusoe Energy.

Maior produtora de gás natural do mundo, a Exxon possui produção relevante em países como Argentina, Nigéria e Guiana, que segundo a empresa podem eventualmente adotar a mesma prática.

A mineração de cripto gerou $15,3 bilhões ao longo de 2021.

Proof-of-work

A mineração de cripto é o processo de utilização de poder computacional para prover segurança e validação das redes.

A despeito das críticas em torno do processo, pela consumo elevado de energia, a mineração de Bitcoin tem se beneficiado de excedentes de energia que de outra forma seriam desperdiçadas.

Ao todo, a rede bitcoin utiliza 74% de energias renováveis.

O que é o Bitcoin?

O Bitcoin é a primeira e maior criptomoeda do sistema financeiro global e traz consigo uma estrutura caracterizada principalmente pela sua altíssima complexidade. Mesmo assim, entender o Bitcoin e seus propósitos não é uma tarefa difícil.

De forma simples, o Bitcoin nada mais é do que um protocolo que fornece a possibilidade de criação de uma carteira digital que move dinheiro de forma totalmente virtual. 

A partir dele, você pode armazenar e transacionar valor de forma ponto a ponto (P2P), sem a necessidade de terceiros para auxiliar na realização da transação, como ocorre no mundo financeiro tradicional. 

A essência da rede se dá pela sua descentralização e por ser um código aberto, qualquer pessoa pode ter acesso ao livro razão do Bitcoin, onde todos os saldos de todos os endereços da rede constam (de forma totalmente criptografada). 

Notícias relacionadas

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.