Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Crítico do Bitcoin e rentista, o perfil de Fernando Haddad

Entre 2018 e 2022, Haddad guardou ao menos R$180 mil em renda fixa, surfando a alta de juros.

Historicamente dependente da política monetária dos EUA, El Salvador tornou o Bitcoin um meio de pagamento em 7 de setembro de 2021. O país, que até então adotava o dólar como moeda, foi alvo de críticas por Fernando Haddad, o futuro ministro da Economia brasileira.

Haddad criticou a adoção do Bitcoin por “ferir a autonomia” do país, uma vez que El Salvador não controla a política monetária do Bitcoin, algo considerado importante para países periféricos. 

Faça parte da Comunidade BLOCKTRENDS PRO e lucre em cripto com relatórios semanais, análises diárias, sinais e lives exclusivas.

Segundo Haddad: 

“Se nada for feito, os países da América Latina perderão um a um a soberania sobre suas moedas. Os EUA desejam um euro sem UE, isto é, uma AL dolarizada com um muro nos separando do norte. O pior cenário. Só um Brasil insubmisso pode refrear essa tendência.

A ideia de perder o controle para uma moeda descentralizada em um país que até então não possuía controle sobre sua moeda (o dólar), é discutível, em especial considerando que o futuro ministro é também um entusiasta de uma política monetária conjunta na América do Sul. O “Peso-Real”, a moeda única com a Argentina, é considerada por Haddad uma boa ideia.

Trata-se de uma ideia defendida por outras figuras conhecidas durante as gestões do ex-presidente Lula, como Celso Amorim, chanceler do país durante os dois mandatos de Lula. O motivo, segundo ambos, é a busca por uma maior integração.

Também em se tratando de política monetária, Haddad se mostrou um ministro conservador, ao menos no que se refere ao próprio dinheiro. Entre as eleições de 2018, quando foi candidato a presidente e 2022, quando concorreu como candidato a governador em São Paulo, o ex-ministro ampliou seu patrimônio de R$15 mil em depósito em conta para R$180 mil investidos em fundos de Renda Fixa (além de 3 imóveis, que já possuía na eleição anterior).

Investimentos em Renda-Fixa como do ministro têm se tornado comuns em meio a alta de juros no país. 

Desde outubro, quando Lula foi eleito, os juros para 2024 subiram de 11% para 14%, o que implica um custo extra da ordem de R$224 bilhões em pagamentos de juros da dívida.

A taxa de juros brasileira, a SELIC, subiu ao longo dos últimos meses em meio a pressão inflacionária, e será um dos maiores desafios do novo ministro.

Apesar de a taxa ser controlada pelo Banco Central, independente na teoria, na prática, a pressão de resultados fiscais contribui para os ajustes em juros. O novo governo assume com expectativa de aumentar gastos, furando o teto em R$198 bilhões, o que na visão de investidores implica um risco maior ao equilíbrio fiscal.

Haddad também deu declarações recentes sobre suas prioridades, em especial a reforma tributária, o maior desafio do ministro nos primeiros meses de governo.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com



Mt. Gox diz que vai pagar US$ 8 bilhões aos credores semana que vem Ancord e BlockTrends lançam primeira Certificação em Criptoativos do Mercado Financeiro e de Capitais Donald Trump Agora Possui US$ 30 Milhões em Memecoins DOG é listada na Bybit e atinge máxima histórica pelo segundo dia consecutivo DOG, memecoin no Bitcoin, atinge nova máxima histórica