Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Crédito no Agronegócio passa por tokenização em projeto liderado por Nagro e Liqi

Segundo a empresa, essa inovação de juntar o agronegócio com a tokenização de crédito pode potencializar ainda mais os próximos resultados do Produto Interno Bruto (PIB) do agro brasileiro.

A Nagro, fintech especializada em crédito de agronégocio, em parceria com a Liqi, empresa de soluções em infraestrutura blockchain, anunciou uma empreitada no setor de agronegócio. A empresa anunciou a tokenização de cédulas de crédito bancário (CCBs) de financiamento de produtores rurais. 

Segundo a empresa, essa inovação de juntar o agronegócio com a tokenização de crédito pode potencializar ainda mais os próximos resultados do Produto Interno Bruto (PIB) do agro brasileiro.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +20 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

“A tokenização é um ótimo caminho para a redução dos custos de estruturação do crédito agro”, afirma Mateus Carrijo, Diretor de Canais da Nagro. “Inovamos mais uma vez no agronegócio, tornando o financiamento mais eficiente e acessível, impactando diretamente na vida dos produtores rurais. A Nagro continua comprometida em usar a tecnologia para transformar o setor.”

Crédito e Agronécio na tokenização

O processo se inicia, com um produtor rural solicitando um empréstimo com o objetivo de financiar suas atividades. Após ser aprovado, a Nagro emite uma CCB formalizando como será feito o pagamento desse empréstimo e quais serão suas garantias. 

Após a Nagro liberar o empréstimo para o produtor, a CCB é tokenizada e disponibilizada para investidores pela plataforma da Liqi. Investidores podem fracionar o investimento em até R$25,00 e acessar uma ampla gama de opções que oferecem retornos melhores do que rendimentos tradicionais.

Os tokens consistem na representação digital de um ativo real, só que de forma fracionada. Ou seja, neste caso cada token representa uma fração do recebível dessa cédula de crédito bancário. 

Sendo assim, a partir do momento que um investidor compra um token ele fornece liquidez diretamente para o agronegócio, o principal setor da economia brasileira. Já para o lado de quem investe, a vantagem é que além da tokenização possibilitar que com R$25,00 a pessoa consiga comprar um token.

Ademais, após isso, no final da oferta, quando o produtor fizer o pagamento da CCB, o investidor receberá o valor aportado mais uma porcentagem. Além de obter isenção de imposto de renda para movimentações mensais limitadas à R$ 35 mil. 

O CEO da Liqi, Daniel Coquieri, afirmou que “ essa é uma maneira inovadora para investidores poderem se expor a ativos do agronegócio com a segurança da tecnologia blockchain, e já se anteciparem em um movimento nacional que vem acontecendo no mercado financeiro, usando uma infraestrutura compatível a que o Banco Central está montando para o Real Digital.”

De acordo com cálculos fornecidos pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada e da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, somente neste ano, o PIB do agronegócio do nosso país deve atingir R$2,65 trilhões, uma alta de 36% comparado a 2022, logo, com o avanço da tokenização de ativos envolvendo o agronegócio, esse setor poderá crescer ainda mais visto que empresas como a Nagro terão mais liquidez para contribuir com as necessidades dos produtores rurais.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Trader faz US$ 6.500 virar US$ 5,6 milhões com criptomoedas meme do Trump após ele falar bem do mercado “O único defensor do livre mercado no mundo é bizarramente da Argentina”, diz ex-gestor de George Soros Instituto mobiliza BTG e Starlink, de Musk, para garantir internet em meio a enchentes no RS Bybit começa a oferecer renda passiva em dólar descentralizado Baleia de Bitcoin acorda após 10 anos e move US$43,9 milhões que comprou por US$2 dólares