Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Notícias

Apple lança conta poupança nos EUA

A fabricante do iPhone tem buscado gerar valor também por meio da prestação de serviços.

Após inovar com o “buy now, pay later”, que permite aos usuários realizarem compras no crédito usando um “parcelamento”, a Apple agora deve agregar ao seu serviço de pagamentos um instrumento similar à nossa poupança.

O Apple Savings está sendo disponibilizado em uma parceria com o banco Goldman Sachs, com remuneração inicial de 4,15% ao ano, uma taxa 10 vezes maior do que a média de remuneração dos bancos americanos.

Inicialmente, os depósitos serão feitos de maneira automática com recursos de cashback ganhos pelos usuários, passando posteriormente a permitir depósitos pelos próprios usuários.

Apesar de ainda incipiente, a receita da Apple com serviços financeiros vem crescendo gradativamente. 

Estima-se que em 2021 a companhia tenha faturado cerca de US$1 bilhão com o Apple Pay, o equivalente a 0,27% da receita total da Apple.

Já para 2023 a estimativa é de que a empresa passe a faturar cerca de US$4 bilhões.

Ao longo dos últimos anos, a empresa tem ganhado terreno na área de processamento de pagamentos. Em 2022, a Apple Pay processou ao menos US$6 trilhões em transações, ou 15% do total de transações globais usando cartões de crédito, uma alta expressiva sobre os 5% de market share em 2018.

Outra marca relevante no setor de serviços está no total de “inscritos” nos diversos produtos da empresa, como iCloud, Apple Music, Apple TV+, Apple Arcade, Apple News+, Apple Fitness+, Apple One and Apple Pay. Somados, os diversos serviços da Apple possuem 935 milhões de inscritos, gerando ao menos US$20 bilhões em receitas para a companhia no último trimestre.

A área de serviços, por sua vez, já responde pode 23% da receita total da companhia, estimadas em US$353 bilhões.

Clique aqui e inscreva-se agora em nosso canal do YouTube e fique por dentro das últimas novidades em cripto.

Notícias relacionadas



Os 10 maiores salários da Faria Lima Warren Buffett sorteia Bitcoin no TikTok, mas óbvio que é golpe com DeepFake Brasil quer cobrar direito autoral da Amazon pelo uso do nome Há 10 anos, um universitário recebeu 22 Bitcoins após viralizar na TV Golpistas usam deepfake do Elon Musk para pedir doações em cripto; e conseguiram US$165 mil