Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Twitter pode chegar ao fim em 2023 com falência da rede social

Elon Musk diz que a plataforma precisa aumentar receita para não enfrentar problemas no próximo ano.

O Twitter pode enfrentar um pedido de falência em 2023, de acordo com Elon Musk. O bilionário enviou um e-mail para os colaboradores da rede social, alertando para o fim da plataforma no próximo ano.

Elon Musk afirma que a rede social precisa aumentar a receita para não decretar falência. Ele falou sobre isso em um e-mail enviado para os colaboradores da empresa na última semana.

Faça parte da Comunidade BLOCKTRENDS PRO e lucre em cripto com relatórios semanais, análises diárias, sinais e lives exclusivas.

Além da receita, uma recessão econômica seria responsável pelo fim do Twitter em 2023. Musk acredita que a rede social enfrentará “tempos difíceis”, em um cenário de recessão econômica global.

Twitter pode chegar ao fim


Elon Musk comprou o Twitter por US$ 44 bilhões e desde então tenta propor mudanças em toda a plataforma. Além de demitir mais de 50% dos funcionários, ele tenta criar uma forma de cobrar mensalidade dos usuários com contas verificadas.

Para o bilionário, sem aumentar o faturamento da plataforma e uma possível recessão econômica em 2023 pode decretar o fim da empresa. Elon Musk também suspendeu o trabalho remoto entre os colaboradores, e estabeleceu uma jornada semanal de pelo menos 40 horas.

Assim, uma recessão global pode fazer a rede social perder bilhões de dólares em valor de mercado. Recentemente, grandes anunciantes interromperam a veiculação de publicidade no Twitter, como protesto contra a demissão em massa.

Rede social foi vendida por US$ 44 bilhões


Elon Musk decidiu comprar o Twitter por US$ 44 bilhões, investindo US$ 27 bilhões do próprio bolso na rede social. Segundo a negociação, ele solicitou empréstimos e precisa pagar cerca de US$ 1 bilhão por ano somente em juros.

Algumas empresas participaram da oferta pela compra do Twitter, como a Binance. A exchange criada por Changpeng Zhao ofertou US$ 500 milhões durante a negociação, e pode explorar a adoção de criptomoedas na rede social.

Na última semana, o Twitter também tentou criar uma mensalidade para contas verificadas. No entanto, o serviço foi paralisado após problemas com a validação de contas verificadas.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas