Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Notícias

Tesla brasileiro deve ser produzido em dezembro, com preço de R$ 279 mil

Em fevereiro, o protótipo será enviado para Londres, Inglaterra, para testes de impacto, aerodinâmica e segurança.

O Brasil poderá ganhar sua própria versão de um Tesla brasileiro, isto é, um carro elétrico nacional. Nesse sentido, a mente por trás do automóvel é o empresário Flávio Figueiredo Assis, do Espírito Santo. Ele lidera o projeto de montagem do veículo, o Lecar Model 459. Portanto, o plano é de que comece a circular no final do ano.

O protótipo foi revelado em Caxias do Sul, RS, pela Ângulo Protótipos, parceira do projeto, e apresentado nas redes sociais da marca, que terá sede em Alphaville, Barueri, SP, e fábrica em Caxias do Sul.

Faça parte da Comunidade BLOCKTRENDS PRO e lucre em cripto com relatórios semanais, análises diárias, sinais e lives exclusivas.

Desse modo, o Tesla brasileiro, Lecar Model 459, contará com 65% de conteúdo nacional. Sendo 50% de empresas de Caxias do Sul e 15% de outros municípios brasileiros. Os 35% restantes dos componentes, principalmente motores e baterias, serão importados da China, da fabricante Wiston, que também fornece para Volkswagen e Hyundai.

Assis destacou as vantagens do Brasil na produção de veículos 100% elétricos devido à abundância de matéria-prima apropriada. Além disso, segundo ele, escolheu Caxias do Sul para a montagem da fábrica devido à presença de vários fornecedores do ecossistema de mobilidade na região.

Planos de Assis para o Tesla brasileiro

O apelido Tesla brasileio não é à toa, visto que o projeto começou com a desmontagem de um veículo Tesla para compreender a engenharia da marca. Com um investimento estimado em R$ 1,1 bilhão, financiado com recursos próprios, o projeto abrange desde o design até a produção. Assis planeja um IPO para 2025, visando posicionar o Brasil de forma valorizada no cenário automotivo global.

Em fevereiro, o protótipo será enviado para Londres, Inglaterra, para testes de impacto, aerodinâmica e segurança. Desse modo, visando obter várias homologações. Esta fase durará até nove meses, após a qual o veículo entrará em produção, gerando 600 empregos diretos na fábrica.

Para 2025, Assis prevê a produção de 300 carros por mês, com preço unitário de R$ 279 mil. Inicialmente, a empresa necessitará de uma área de 4 mil m², com planos de expansão para produzir 50 mil unidades anuais a partir de 2028.

O empresário diz ter se inspirado no próprio Elon Musk, fundador da Tesla, Assis começou sua carreira como bancário e depois fundou a Financial Contabilidade e a Lecard, uma administradora de cartões alimentação PAT.

Em 2022, ele vendeu a Lecard para focar na criação da primeira montadora de carros elétricos do Brasil, motivado pela lei 8.723 de 1993, que visa reduzir as emissões de CO2 e encerrar a utilização de motores a combustão em veículos fabricados a partir de 2028. A equipe da Lecar conta com trinta profissionais com experiência em empresas renomadas do setor automotivo.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Ancord e BlockTrends lançam primeira Certificação em Criptoativos do Mercado Financeiro e de Capitais Donald Trump Agora Possui US$ 30 Milhões em Memecoins DOG é listada na Bybit e atinge máxima histórica pelo segundo dia consecutivo DOG, memecoin no Bitcoin, atinge nova máxima histórica Investidor lucra mais de US$180 mil (154.724%) com bug de Berkshire Hathaway