Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Receita mensal de mineradores atinge recorde de US$ 2 bilhões. Alta de 15%

A marca de US$ 2 bilhões em recompensas supera o recorde anterior de US$ 1,74 bilhão, estabelecido em maio de 2021.

Em março deste ano, os mineradores de Bitcoin geraram a maior receita mensal já registrada. Portanto, arrecadando mais de US$ 2 bilhões em recompensas de blocos e taxas de transação.

Os mineradores de Bitcoin recebem recompensas por adicionar um novo bloco na rede. Desse modo, a cada novo conjunto de transações realizadas, mais Bitcoins são emitidos no mercado e os mineradores recebem as novas moedas pelo seu trabalho.

Faça parte da Comunidade BLOCKTRENDS PRO e lucre em cripto com relatórios semanais, análises diárias, sinais e lives exclusivas.

A emissão do Bitcoin é programada para ter um limite em 21 milhões de unidades. Além disso, as taxas de rede, cobradas por transações, também são formas de recompensar os mineradores.

A marca de US$ 2 bilhões em recompensas supera o recorde anterior de US$ 1,74 bilhão, estabelecido em maio de 2021. Uma alta de 15% em comparação com o último recorde. Do total de US$ 2 bilhões ganhos no último mês, cerca de US$ 85 milhões vieram de taxas de transação, enquanto US$ 1,93 bilhão veio da adição de novos blocos.

A adição de blocos, paga por cada bloco minerado, é atualmente de 6,25 bitcoins. Contudo, esse número cairá para 3,125 bitcoins após o próximo evento chamado halving em abril. Isso cortará pela metade a receita dos mineradores com a criação de novos bitcoins, a menos que haja uma alta significativa no preço.

O que está por trás da alta na receita dos mineradores?

A movimentação da rede, por conta dos Ordinals (Figurinhas do Bitcoin) contribuiu imensamente para a coleta destas taxas. Desde sua criação, em meados de novembro de 2023, as taxas totais dos Ordinais geraram cerca de 438,2 milhões em taxas, conforme dados do Dune Analitycs.

Portanto, é válido destacar que a maior atividade da rede e o aumento dos preços do bitcoin contribuíram para as altas receitas dos mineradores em março. O halving iminente criou urgência para os mineradores maximizarem os ganhos antes que os lucros sejam reduzidos.

A principal pool de mineração dos EUA, Foundry, capturou 29,4% de todos os blocos minerados em março. A pool chinesa AntPool ficou em segundo lugar, com 22,4% dos blocos. As duas capturaram mais da metade do fornecimento mensal de Bitcoin.

Ademais, os fundos de investimento negociados em bolsa (ETFs) que compram bitcoins no mercado aberto acumularam ainda mais. Os ETFs compraram cerca de 66.000 bitcoins em março, enquanto os mineradores produziram apenas cerca de 25.500.

Esse desequilíbrio crescente entre oferta e demanda e a escassez relacionada ao halving podem estimular uma competição maior para garantir o Bitcoin. Além disso, para especialistas, é a tempestade perfeita para mais uma corrida de alta.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Mt. Gox diz que vai pagar US$ 8 bilhões aos credores semana que vem Ancord e BlockTrends lançam primeira Certificação em Criptoativos do Mercado Financeiro e de Capitais Donald Trump Agora Possui US$ 30 Milhões em Memecoins DOG é listada na Bybit e atinge máxima histórica pelo segundo dia consecutivo DOG, memecoin no Bitcoin, atinge nova máxima histórica