Tecnologia

Netflix no Brasil custa menos da metade em relação aos EUA

Com uma receita que equivale a 1 vez e meia a soma de Record, SBT e Band, a Netflix possui 19 milhões de assinantes no Brasil, com uma mensalidade equivalente a metade da cobrada nos EUA.

Um erro por parte do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), acabou por revelar em 2021 o número de assinantes da Netflix no Brasil, que conta por aqui com 19 milhões de assinaturas.

O documento, que deveria ser privado, foi entregue pela empresa americana por conta de um questionamento da Neo TV, uma associação de pequenas operadoras de TV por assinatura.

Na prática, a Netflix tem 1 em cada 11 assinantes no mundo, vivendo no Brasil.

Considerando um total de 72 milhões de domicílios no país, sendo 82,8% com acesso a internet, a empresa de streaming está presente em nada menos do que 40% dos lares conectados à internet no Brasil.

A empresa, que chegou ao país em 2011, acabou estourando por aqui junto a sua primeira produção própria, House of Cards, lançada em 2013. De lá pra cá a presença da Netflix tem incomodado empresas ligadas a TV por assinatura, que viram seus números de assinantes cair de 17,9 milhões em 2013 para 15,5 milhões em 2020.

Por parte da concorrência, como a Globo, a presença da Netflix no Brasil obrigou a um reposicionamento, com investimento bilionário em conteúdo para seu veículo de streaming próprio, o Globoplay.

Apesar de a Globo não divulgar resultados individuais de números de assinantes, sabe-se que a plataforma teve 193 milhões de horas de exibição de conteúdo no segundo trimestre de 2021, bem como R$113 milhões em faturamento, o que, ao longo de 2021, estima-se que possa ter atingido R$1 bilhão (com boa parte da receita vindo no começo do ano na cola da edição do Big Brother).

A Globo vem buscando adicionar mais usuários a plataforma por meio de parcerias com a Deezer, Apple TV+, Amazon e Disney+.

Além do ganho de escala por parte da Netflix, que investe R$72 bilhões anuais em conteúdo (cerca de 5 vezes a receita total da Globo ou 72 vezes a receita da GloboPlay), a Netflix também pratica por aqui preços mais baixos do que em outras partes do mundo.

O pacote Standard, que dá direito a 2 telas, custa no Brasil R$39,9, contra $15,4 dólares nos EUA, o equivalente a R$84,7, mais do que o dobro, portanto.

Além do pacote de 2 telas, o mais barato em países como EUA, a empresa oferece no Brasil um pacote “Básico”, com 1 tela, pelo valor de R$25,9.

Não se sabe exatamente a receita da empresa no Brasil, mas considerando o pacote básico e o número de assinantes, é possível estimar que a Netflix fatura ao menos R$5,9 bilhões por aqui.

No menor valor possível, a Netflix faturaria no Brasil um valor equivalente a 1,5 vezes a soma de Record, Band e SBT.

Com 9% dos assinantes mundiais, o Brasil representa entre 4-6% do faturamento global da empresa.

Notícias relacionadas

Quer aprender a investir em criptoativos na bolsa, de forma prática e inteligente? Nós preparamos um curso gratuito com o passo a passo. Clique aqui para acessar.