Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Tecnologia

Netflix no Brasil custa menos da metade em relação aos EUA

Com uma receita que equivale a 1 vez e meia a soma de Record, SBT e Band, a Netflix possui 19 milhões de assinantes no Brasil, com uma mensalidade equivalente a metade da cobrada nos EUA.

Um erro por parte do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), acabou por revelar em 2021 o número de assinantes da Netflix no Brasil, que conta por aqui com 19 milhões de assinaturas.

O documento, que deveria ser privado, foi entregue pela empresa americana por conta de um questionamento da Neo TV, uma associação de pequenas operadoras de TV por assinatura.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +20 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

Na prática, a Netflix tem 1 em cada 11 assinantes no mundo, vivendo no Brasil.

Considerando um total de 72 milhões de domicílios no país, sendo 82,8% com acesso a internet, a empresa de streaming está presente em nada menos do que 40% dos lares conectados à internet no Brasil.

A empresa, que chegou ao país em 2011, acabou estourando por aqui junto a sua primeira produção própria, House of Cards, lançada em 2013. De lá pra cá a presença da Netflix tem incomodado empresas ligadas a TV por assinatura, que viram seus números de assinantes cair de 17,9 milhões em 2013 para 15,5 milhões em 2020.

Por parte da concorrência, como a Globo, a presença da Netflix no Brasil obrigou a um reposicionamento, com investimento bilionário em conteúdo para seu veículo de streaming próprio, o Globoplay.

Apesar de a Globo não divulgar resultados individuais de números de assinantes, sabe-se que a plataforma teve 193 milhões de horas de exibição de conteúdo no segundo trimestre de 2021, bem como R$113 milhões em faturamento, o que, ao longo de 2021, estima-se que possa ter atingido R$1 bilhão (com boa parte da receita vindo no começo do ano na cola da edição do Big Brother).

A Globo vem buscando adicionar mais usuários a plataforma por meio de parcerias com a Deezer, Apple TV+, Amazon e Disney+.

Além do ganho de escala por parte da Netflix, que investe R$72 bilhões anuais em conteúdo (cerca de 5 vezes a receita total da Globo ou 72 vezes a receita da GloboPlay), a Netflix também pratica por aqui preços mais baixos do que em outras partes do mundo.

O pacote Standard, que dá direito a 2 telas, custa no Brasil R$39,9, contra $15,4 dólares nos EUA, o equivalente a R$84,7, mais do que o dobro, portanto.

Além do pacote de 2 telas, o mais barato em países como EUA, a empresa oferece no Brasil um pacote “Básico”, com 1 tela, pelo valor de R$25,9.

Não se sabe exatamente a receita da empresa no Brasil, mas considerando o pacote básico e o número de assinantes, é possível estimar que a Netflix fatura ao menos R$5,9 bilhões por aqui.

No menor valor possível, a Netflix faturaria no Brasil um valor equivalente a 1,5 vezes a soma de Record, Band e SBT.

Com 9% dos assinantes mundiais, o Brasil representa entre 4-6% do faturamento global da empresa.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas