Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Investimentos

MP da Paraíba deve fazer denúncia contra Braiscompany 

Caso envolvendo a companhia de Campina Grande deve ser alvo de denúncia por parte do Procon da Paraíba.

Com atrasos de pagamento de clientes nos últimos 3 meses, a Braiscompany, companhia que alega locar criptoativos de investidores para realizar trading, tornou-se notícia na mídia nacional.

Investigações contratadas por investidores da empresa apontam carteiras com até R$600 milhões, de propriedade da companhia. 

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +30 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

Em nota publicada pelo Ministério Público, o promotor de justiça Sócrates da Costa, alegou ter recebido novas informações que embasariam uma denúncia nas próximas semanas. 

A ação civil pública, segundo o promotor, teria como objetivo resguardar o interesse dos “consumidores”.

Outros órgãos públicos, como a Comissão de Valores Mobiliários, também já foram contatados sobre o caso, mas ainda não há uma posição formal. 

A Braiscompany alega que locação de ativos não se enquadraria como movimentação de valores Mobiliários, o que por sua vez excluiria a necessidade de regulação da empresa.

Nas redes sociais, o caso tem repercutido, em especial por vídeos de lives feitas pelo fundador da empresa, Antônio Ais, alegando que a garantia do negócio seria única e exclusivamente ele próprio. 

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Mt. Gox diz que vai pagar US$ 8 bilhões aos credores semana que vem Ancord e BlockTrends lançam primeira Certificação em Criptoativos do Mercado Financeiro e de Capitais Donald Trump Agora Possui US$ 30 Milhões em Memecoins DOG é listada na Bybit e atinge máxima histórica pelo segundo dia consecutivo DOG, memecoin no Bitcoin, atinge nova máxima histórica